Gravações - Repertório

As obras abaixo estão prontas e disponíveis para apresentações, concertos e recitais.


Nem todas as gravações foram atualizadas, portanto, algumas obras já possuem uma interpretação mais apurada.






Maiores informações, no Link Repertório e Downloads/Gravações

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Pianos Digitais - Parte 4 - A hora da escolha

Nos artigos anteriores, falamos sobre as formas de se gerar som em um piano digital, e alguns detalhes que devem ser observados, como a polifonia, modo de pedal, e a simulação de harmônicos. Vimos que estas informações são importantes, e elas devem reger a nossa escolhar, e servir como orientação para a aquisição do instrumento.


No mercado hoje, existem muitos pianos Digitais a venda, de diverças linhas e preços, cada um para um fim diferente. Existem pianos digitais voltados para bandas de rock, que terão toda uma gama de timbres, com função de sintetização de som, e também com sons sampleados, bem como, pianos mais clássicos, que podem ser usados em orquestras e para estudo. O grande segredo é saber escolher um piano que irá atender as suas necessidades, e normalmente, o vendedor não saberá lhe orientar quanto a isto.


Nível técnico

A primeira dica, é você ter conhecimento a cerca de si, e de seu nível técnico. Se você é iniciante, não precisará de um Clavinova topo de linha. Desembolsar 8000 a 18000 reais em um piano para alguém que está começando pode ser desnecessário.

Um piano mais caro possui uma manutenção mais cara, também deve-se levar em consideração que um piano mais caro, também é mais sofisticado e complexo de se lidar, talvez para um inciante não seja interessante que se "perca tempo" com este tipo de coisa, principalmente quando trata-se de uma criança ou adolescente.

Neste caso, 90% dos pianos de marcas respeitadas, de entrada de linha seriam suficientes, e devem acompanhar os estudos até um nível médio e inclusive avançado.


Uso

Yamaha P95
Outro fator que deve nortear a compra é o tipo de uso que este instrumento terá. Hoje é mais comum as pessoas estudarem "piano popular", e normalmente estas pessoas terão a necessidade de carregar o instrumento. Desta forma um Clavinova clássico não seria uma boa escolha, poi é um piano maior, mais pesado e desajeitado para ser carregado. (O Yamaha P95 é um piano portável)

Outro detalhe, como informei, é que existem linhas de pianos mais "pop" e linhas mais "classicas". Alguns fabricantes, possuem pianos mais versáteis, que além de possuir alguns sons de piano sampleados, de boa qualidade, possuem uma infidade de sons sintetizados, que podem ser utilizados para fins diversos.

Estes pianos são utilizados normalmente por tecladistas de bandas, que querem e necessitam de um instrumento mais completo, que lhe de mais possibilidades de criação. Nestas linhas, podemos lembrar dos pianos da Kurzwell, Cassio e Roland.

Roland A90

Kurzweil SP88X




Qualidade do sons

Se você está comprando um piano digital para utilizar apenas o som de piano, como eu, dê preferência as linhas mais clássicas. Existem pianos digitais portáveis de ótima qualidade nestas linhas, que podem ser úteis para quem faz muito uso externo (pequenas apresentações e etc).
Normalmente pianos que possuem uma gama muito grande de sons, peca na qualidade dos sons de piano. Não chega ser tão "ruim" quanto um teclado comum, mas também não é tão bom quanto poderia ser. O ideal é que você verifique as especificações do piano, e observe como o som dele é gerado.

Lembre-se, som de piano de qualidade, hoje, é som sampleado. Quanto maior o número de amostras, melhor. Outra dica que deve ser observada, é a capacidade de processar harmônicos. Apesar de ser apenas um detalhe, faz toda a diferença se você for utilizar o piano para fazer alguma gravação (eu que o diga). Basicamente, a capacidade de processar harmônicos dará maior profundidade ao som (ele ficará mais cheio). Quando você "tocar" um "fortícimo" num piano com suporte a harmônicos, você obterá um som muito mais realista no que em pianos sem este suporte.

Portanto, fique de olho na forma que o instrumento gera seus sons, e lembre-se que pianos mais bartos com uma quantidade muito grande de sons, tendem a ter menor qualidade neste quesito, afinal, não da para fazer milagre.


Custo x Benefício

O custo x benefício deve ser medido não diretamente pelo preço, mas sim, em comparação com tudo o que foi exposto anteriormente.

Por exemplo:

Um Casio Privia px130, custa em média 2000 reais, e suas especificações são relativamente boas.

- Som sampleado, com 3 exemplos por nota
- Portável, por possui movel simplificado
- Amplificador embutido, com som estereo
- Teclado com suporte ao Grand Hammer (simula o efeito dos martelos)

Para um iniciante, ou estudante de nível médio, este poderia ser o melhor custo x benefício. Por ser um piano barato, e de qualidade, trazendo sons Sampleados com três amostras.


Já, para um estudante de nível médio - avançado, talvez o ideal não seja um piano destes, mas sim Clavinova CLP 340 ou CVP 501/503, que estão na faixa dos 5000 a 9000 reais, e possuem suporte a harmônicos e todas as demais features comentadas nos posts anteriores.

CVP501
- Som sampleado, com 5 exemplos por nota
- Amplificador com quatro canais
- Teclado com suporte a Grand Hammer
- Suporte a harmônicos / DDE
- Suporte avançado a gravação (gravação multipista, inclusive, diretamente em wave/mp3)
- Suporte a ajustes de pedal (como nas versões clp 3XX)


CLP265GP
Para concertos, ou mesmo para quem tem mais dinheiro para investir, pode-se ainda optar por um Yamaha CLP 265GP, que é um piano que simula pianos de cauda topo de linha, produzindo sons de extrema fidelidade, e inclusive simulando a ação de martelos destes pianos, através do Grand Hammer 3. Este tipo de piano normalmente é utilizado com orquestras (devido a facilidade de transporte), ou em algumas salas de concerto específicas (pois ainda existe resistência no uso de pianos digitais em concertos).

Fuja dos chineses

Fuja, como o diabo foje da cruz, dos pianos Chineses de baixa qualidade, como os Fenix e companhia. São baratos, mas são uma grande ilusão. Não me lembro de ter visto algum que seja sampleado, no fim você paga caro (3000 reais num modelo que imita o Clavinova) e obtém um instrumento que nem sabe como gera os sons, sem falar que a qualidade do teclado é terrível. Como falei noutro post, tive um Fenix, e o teclado Grand Hammer dele estragou 2 vezes. Portanto, antes de pagar 2000 a 3000 reais num piano chinês, de uma olhada nas marcas já consagradas, como a Roland, Yamaha, Kawai, Cássio e Kurzweil.


Espero que estas dicas possam auxiliar na compra/escolha de um piano digital adequado. Qualquer dúvida, podem postar nos comentários.


Artigos anteriores


Pianos Digitais Parte 1 - Sintetizador e Som
Pianos Digitais Parte 2 - Sampler
Pianos Digitais Parte 3 - Polifonia, Pedal e Harmônicos / DDE


Algumas refências:

http://www.priviapiano.com/
http://yamahaclavinova.com/
http://roland.com.br/

176 comentários:

  1. eo piano digital korg sao bons por ex.. korg sp 170s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecer.... eram dicas que eu precisava. Coisas simples mas de muita valia. Imagina querer um piano digital para presente, sem entender quase nada e pesquisando sobre, encontrar centenas de modelos. Gracias

      Excluir
  2. Boa tarde. Dei uma procurada nas especificações deste piano, e nãod escobri quantas vozes de polifonia possui ou quantos exemplos/amostras por nota ele possui. Eu já toquei num destes, ele tem uma boa sensibilidade e seu timbre de piano é bonito.

    A Korg é uma grande marca, e com certeza não faria um produto ruim, a questão é saber se ele é um bom custo x benefício, pois se for um piano no mesmo nível de Prívia (como os modelos base da linha Clavinova CLP), dai não vale a pena pagar o preço só por causa da marca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Josias, vc já viu os Casio Px5s (um branco com azul) ? Dizem que é um piano da linha privia, mas possui muitos outros recursos (hj tenho visto na faixa dos 4k R$). Vc já tocou nele, se não tocou teria como experimentar pra postar suas impressões aqui e comparar com os privia 130, 135 , 330 ,350 e a linha p da Yamaha, 95, 105.

      Como faz p saber quantas amostras por nota ele tem? (Li q o px 350 tinha muitos timbres de qualidade profissional, os do px5s será que são os mesmos ou melhores?)


      Att.

      Excluir
  3. Muito obrigado Josias, isso vai me ajudar muito escolher o meu piano digital, estou iniciando agora e estou gostando muito do curso. Mas ficou uma pergunta ainda. Bom, eu sou inciante, porém com o passar do tempo a gente vai melhorando e, às vezes, passa bem rápido. Queria saber sua opinião se eu deveria comprar um piano de nível intermediário- avançado(nada pra gravação, digo em qualidade mesmo) porque mesmo a gente comprando um piano digital mais barato, acabamos desembolsando um bocado. Não seria melhor gastar mais na primeira vez, do que depois? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você pretende levar a sério mesmo o estudo do piano, e tem dinheiro para investir no instrumento, com certeza é melhor já comprar um modelo mais topo de linha. Neste caso o leque se abre, indo para a Roland, Korg, Yamaha e etc..

      Esqueça os Privia, pois eles são mais básicos mesmo. Observe questões como simulação de harmônicos, número de vozes, número de zamples utilizados para a gravação. Observe também o peso da tecla e a ação das mesmas, não pegue nada que não simule bem a ação de retorno dos martelos, e isto só possível mensurar tocando no instrumento.

      A dica que te dou é, vai numa loja com um BOM fone de ouvido e toque ao menos uns 30 minutos no instrumento, e perceba as diferenças entre cada um e veja o que lhe agrada mais. As vezes é interessante levar mais alguém para ajudar na escolha também.

      Qualquer coisa, pode postar os modelos que tem em mente aqui que dou uma olhada nas especificações dele, mas isto vai muito de gosto. O ideal é testar ele mesmo. Em suma, a maioria dos pianos que se situam entre os modelos de médio porte e topo de linha são semelhantes e são bons, neste caso vai do "gosto do fregues" referente ao tipo de teclado e timbres.

      Excluir
    2. Gostaria de um piano com custo beneficio bom, pra usar somente como piano musicas ou outros arranjos ... Qual vc pode me indicar?

      Excluir
  4. Josias, valeu por sua resposta ^^. Andei vendo os sites da Yamaha e da Roland. Me corrija se eu estiver errado: a série CVP da Yamaha é a mais completona (em torno de outros timbres também), a CLP completa-média e a Arius e não consegui definir, parece que segue um poouco o padrão da CLP.

    Ai os HP's da Roland equivalem aos CLP's da Yamaha?
    Valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente

      A linha CLP é mais abrangente. Você tem desde um piano muito simples, no inicio da Linha, que não possui harmônicos mas traz um boa resposta mecânica e um timbre muito bem digitalizado, a instrumentos bem completos, como é o caso do CLP265GP. A linha CVP já mais profissional, e bem mais flexível, porém tem seu preço.

      Se eu pudesse comprar um piano novo agora, compraria um CVP, apesar do seu preço.

      No caso da Roland, as poucas vezes que toquei num piano digital deles eu gostei, mas como não executei obras complexas e foi apenas para "testar" o piano, não sei como seria o uso diário dele. São pianos mais caros também.

      No site oficial do Roland HP, você tem vídeos e demos dos pianos, onde pode conferir a sonoridade deles:

      http://www.roland.com/piano/HP/

      A versão mais básica (o 201), não informa quantos Zamples foram usados ou qual a sensibilidade. Mas podemos ver claramente que é muito parecido com o CLP mais básico da Yamaha. Já o 207, parece ser um piano bem completo, ele possui inclusive ajuste de resposta do teclado, e 100 níveis de sensibilidade.

      Agora, vale comparar os preços, e testar o instrumento. Eu sou chato, normalmente quando vou numa loja ver um instrumento, escolho a loja que tem mais instrumentos disponíveis no mostruário e fico a tarde toda testando, depois negocio preço e etc.

      Excluir
    2. Mais um detalhe, consegui entender melhor o que é o "Hammer Response", é justamento o número de exemplos criados. São 10 níveis de "dinâmica" para cada nota. Isto na versão 207. O 201 não específica este dado, possivelmente são 3 níveis.

      Abaixo, o site em Português, que deve ajudar mais na escolha. Mas a versão em inglês tem mais coisas como vídeos e exemplos:

      http://roland.com.br/roland/produtos/category/32

      Excluir
  5. Olá, estava pesquisando sobre o piano digital Korg SP170s, aquele que voce disse que nao sabia quantas vozes de polifonia tem..
    Entao, ele possui 120 notas/60 notas(estéreo)
    o que vc acha disso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Possivelmente são 128 notas/vozes de polifonia, como 99% dos pianos digitais. Isso significa que ele só vai começar a cortar notas, quando você possuir 128 notas "presas", neste caso, ela corta a nota que está a mais tempo presa.

      Quando você trabalha com dois sons ao mesmo tempo (por exemplo, modo split, separando o teclado e duas áreas, ou misturando dois sons, como Piano e Sax Alto, por exemplo), isso cai pela metade. Assim, se são 128 notas de polifonia, em modo Split ou com dois sons misturados, você passa ter 64 :)

      Mesmo 64, já é suficiente para grande maioria do repertório. A vantagem de 128, é que na maioria das vezes a reverberação e o tempo de suspensão das notas fica mais real. O meu piano possui 64 vozes, e noto que ele não segura as notas tanto tempo quanto uma piano real. É ruim, pois você acaba muitas vezes esquecendo de soltar o pedal, então precisa trabalhar bem o fraseado e o pedal. No mais, não tenho problemas de notas desligando, mesmo ao executar obras mais complexas como a Op 66 de Chopin.

      Excluir
  6. ola, gostaria de saber a diferenca entre polifonias entre pianos digitais de 64 e 128 polifonias- tendo por exemplo a serie aryus da yamaha-ydp141(64) e ydp 161(128).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, num dos artigos eu explico o que é a tal da polifonia.

      A polifonia irá te dar duas coisas, a profundidade do som, e a quantidade sons/notas que o processador irá conseguir "processar" simultaneamente.

      128 vozes de polifonia, significa que o sistema processa 128 até notas ao mesmo tempo. Em suma, se você precionar 129 notas, durante o tempo de 4 segundos, a primeira nota que você pressionou será desligada, pois ainda não deu tempo de a mesma decair e "apagar" naturalmente.

      O meu digial tem 64 vozes, e por enquanto não tive problemas com isto. O que tenho notado é que a maioria dos pianos com 128 vozes, tendem a manter suspensão das notas por mais tempo, sendo mais parecidos com um piano real, uma vez que possuem capacidades para processar mais notas ao mesmo tempo.

      Espero ter ajudado!

      Excluir
  7. Comprei um piano Yamaha P-70, antigo e fora de linha, Polifonia de apenas 32 notas. Paguei por ele, por ser usado,apenas 800 reais. Tenho um piano acústico excelente. O comprei para levar ao sítio, etc. Pasmem! Prefiro tocar nele que no acustico. Tenho uma caixa amplificada Peavey antiga de 60 w., para teclados. O som dele fica alto, magnifico o seu timbre. Só toco música popular. Não preciso mais pagar afinador, ele é portátil.
    Estou plenamente satisfeito. Um abraço forte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Dilson. Acho que é este o ponto. Encontram um instrumento que atenda suas necessidades e com o qual você se identifica. Não pq o piano é mais antigo que ele não será bom, um belo exemplo é o Holand A90, um piano bem antigo e fora de linha mas que ainda possui timbres e sensibilidade superior a muito piano novo vendido hoje.

      O P70 tive oportunidade de testar em uma loja, e seu timbre é bem parecido com o CLP 230, possivelmente utiliza o Hardware de seu antecessor. As 32 vozes de polifonia a depender do repertorio são suficientes sim, ainda mais se utilizar pouco pedal, como é comum em repertorio popular (ainda mais se for MPB e Bossa Nova), neste caso a polifonia acaba não sendo um problema.

      Excluir
  8. olá Josias, adorei seu blog, tempos vinha procurando algo nesse sentido, que tratasse do assunto com imparcialidade, infelizmente a maioria das pessoas apenas tratam de nomes, de marcas e não o produto ou qual produto em si e finalidade!
    Estou prestes a comprar um piano digital pra estudo, e estou em duvida, gostei muito do arius ydp 161 pelo custo benefício, porém vi que ainda vedem o clp 340(nunca toquei) quase que pelo mesmo preço do ydp 161("lançamento" pós ydp 141), só que o clp 340 já saiu de linha, compensaria pegá-lo mesmo estando fora de linha? Desde já agradeço! Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Olá Josias, tudo bem
    Cara, parabéns pelo blog, é ótimo!!!
    Estou querendo pegar um Privia px135 ou quando chegar ao Brasil um px150. Na faixa de preço (2000) qual piano vc me recomendaria em termos de qualidade sonora e teclas?
    Agradeço e mais uma vez parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Daniel!

      Na faixa dos 2000 reais dificilmente acharás algo melhor que os Prívia. Eles são pianos excelentes, com um bom acabamento e boa soronidade. Mas vale lembrar que são pianos de entrada. Podemos dizer que se comparam com os pianos de entrada da linha CLP da Yamaha.

      Outras opções (boas), iniciam na faixa dos 3500 da KORG, ROLAND e da própria Yamaha. Particularmente, eu pensaria no proposito do piano inicialmente.

      Como nunca utilizei um Prívia para estudo diário, não sei como ele se comportaria ao longo dos dias. Mas o que posso dizer é que ele tem um ótimo acabamento e será o melhor que irás encontrar nesta faixa de preço. Na faixa dos 3500 você já encontra mais opções para comparação, também de qualidade inquestionável.

      Sem sombra de dúvida, na faixa dos 2000, o Prívia segue sendo a melhor opção.

      OBS: Os Roland normalmente possuem um teclado mais rígido e com melhor resposta. Porém normalmente são os equipamentos mais caros do mercado.

      PS: Cuidado! A Fênix lançou uma linha de pianos IDÊNTICA a Prívia. Copia descarada, que pode enganar facilmente. Porém, como sabemos, a qualidade é sofrível...

      Excluir
  10. Bom dia, Josias!
    Primeiramente, parabéns pelo blog. Achei informações cruciais nele para milha escolha. Continue escrevendo mais sobre isso!

    Eu dois instrumentos: um M-Audio ProKeys 88sx e um piano acústico da marca Rosithman, que é antigo mas está em bom estado.

    O problema é que estudo piano há 4 anos e trabalho feito maluco. Dessa forma, só me sobra tempo de madrugada para estudar e, obviamente, faço-o no M-Audio. Apenas estudo no acústico nos finais de semana.

    Quero substituir meu M-Audio por algo mais próximo de um piano acústico, pois o peso das teclas do M-Audio nem se compara ao peso das teclas do piano acústico, sem contar o som que é bem distante do que preciso para estudar.

    Estou pensando em escolher um destes modelos para substituir meu M-Audio:
    - Piano Kawai KDP80
    - Clavinova Yamaha YDP135R
    - Clavinova Yamaha YDP161
    - Piano Casio PX830BK
    - Piano Roland RP301 RW/SB

    Qual destes você me recomendaria? Eu gostaria que o peso e dinâmica das teclas fosse o mais parecido possível com meu piano acústico.

    Muito obrigado desde já pela dica e, mais uma vez, parabéns pelo blog!

    Abraços,

    Fabiano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo elogio Thompson! A dificuldade que você tem com relação ao estudo é mesmo que eu tenho. O piano digital possui limites óbvios, devido as características eletrônico-mecânicas. Portanto, não vais conseguir a mesma resposta do piano acústico num digital, poderá no máximo se aproximar.

      Tendo isto em mente, a escolha do piano deve nortear pela qualidade da marca escolhida e as características do instrumento. Todas as marcas que você apontou são excelentes, porém percebo que os Yamaha possuem apenas 3 níveis de amostras sonoras (possivelmente PP, P e F), desta forma quando você exigir um Fortíssimo, vai deixar a desejar. O CLP 230 que eu possuo tem a mesma limitação, e sinto muita falta de uns fortíssimos em algumas músicas.

      Quanto ao peso de tecla, não vou poder te orientar, terás de ir testar o instrumento e ver qual se aproxima mais do seu piano. Algo que deve ter em mente, é que os pianos digitais são feitos para ter uma resposta mais próxima de um piano ideal ou de concerto, desta forma não vais achar um piano com as teclas muito pesadas (que na minha opinião é o ideal para estudo). Então, deve encontrar um equilibro entre o feedback tátil e a qualidade sonora. Dei uma procurada neste Roland que você colocou na lista, e me parece que ele utiliza 5 amostras por nota, o que o deixa num patamar acima dos demais. Os pianos Cássio, até onde lembrava, valiam a pena apenas nos modelos de entrada, pois os modelos mais “top” deles ainda continuavam utilizado apenas 3 amostras por nota, a não ser que isto tenha mudado.

      Quando eu fui comprar meu CLP, gostei muitos dos pianos Roland, foram os que mais trouxeram fidelidade sonora, porém o teclado era mais raso, muito parecido com pianos de concerto, o que pode ser um problema para o estudo ao longo do tempo.

      É claro, tudo o que falei foi sem conhecer qualquer um dos pianos, nunca toquei neles, portanto a escolha deverá ser sua, comparando as especificações e testando cada instrumento comparando com o seu acústico. Não tenha pressa na compra, vá a loja e teste o tempo necessário, e se for preciso vá mais de uma vez.

      Excluir
  11. Bom dia Josias, muito obrigado pelas ótimas explicações. Sou iniciante e estou pensando em comprar um Yamaha P-35, mas não consegui encontrar a informação sobre a quantidade de sampleamento por tecla. Vc saberia me dizer? Vc conhece este piano? o que acha dele?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leandro. O P-35 é semelhante ao CLP-230. Na realidade tenho a impressão que o P-35 utiliza o hardware do CLP mais baixo da cadeia dos Clavinova, mas sempre uma geração atraz. Por exemplo, Na época do CLP330, ele utilizava o hardware do CLP-230, e etc.

      Dê uma lida na resposta que dei ao Mateus Araújo, talvez ela te ajude.

      Excluir
  12. Olá Josias! Estou começando minhas aulas de pianos bem recentemente, tive apenas uma aula. Meu professor recomendou alguns pianos digitais que ele diz que são bons. segue a lista: Yamaha p-35 e p-105, Korg SP-170S e Casio Privia PX-130 e disse que se eu gastar mais um pouco da pra um PX-330!
    A questão é que ele, assim como você, ele disse que vai da minha necessidade e da minha preferência! Mas eu comecei agora, não tenho a menor noção das diferenças sonoras de um pra outro! Poderia me aconselhar um desses pela sua opinião ? Sobre aquela velha história de "compre um barato e depois mude" esqueça isso no meu caso! eu não pretendo trocar tão cedo, então preciso de um com qualidade ! Agradeço desde já!

    Curti muito seu blog, é realmente um grande diferencial por aí! tem me dado uma noção bem legal das coisas ! heheh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Matheus, desculpa a demora na resposta, estou em férias no momento e o acesso a internet é mais complicado.

      Todos os modelos informados são bons. O Yamaha P-35 é um piano portatil, se não me engano. Pelo que lembro testei ele antes de comprar o CLP-230, e particularmente achei sua resposta dinamica inferior a do CLP-230 (que já é um modelo de entrada).

      O PC-130 eu testei uma única vez. Achei a sonoridade dele boa, a resposta dinâmica se equivale ao CLP-230. A diferênça é que ele é bem mais barato que um Clavinova. Pela lógica, o PX-330 deve ser muito superior, e mantém a portabilidade característica desta linha, com um preço bom.

      Para você que está começando, eu iria de PX-330, ele deve ser sufiente para os próximos 4 ou 5 anos.

      Vale lembrar que quanto mais caro e mais no topo da linha está o piano, melhor ele será. E quanto mais você evoluir nos estudos, mais vai exigir do piano.

      Quanto a sonoridade, isso é muito pessoal. Você precisa tocar no piano e ver se gosta da sonoridade, e antes de tudo verificar nos manuais dele se os sons gerados são sampleados ou não. No manual do Yamaha CLP-230 específica bem que o Piano-1 é sampleado e o Piano-2 é sintetizado (e a diferença na sensibilidade e resposta é perceptível).

      Então, é algo muito pessoal, mas dos modelos que você informou acho que o melhor custo x benefício segue sendo o cássio.

      Abaixo, as especificações do PX330
      http://www.casio.com/products/Digital_Pianos_%26_Keyboards/Privia_Digital_Pianos/PX-330/content/Technical_Specs/

      Ele possuí 4 exemplos de som por tecla, o que já é melhor que os demais pianos de entrada, e custa em média 2600 reais, o mesmo preço de um P-35, que possuí apenas 3 amostras por notas.

      No site acima tem um exemplo de gravação com este piano, e você deve achar outros exemplos feitos por usuários no YouTube também.

      Abraços e bom estudo.

      Excluir
  13. Hey Josias,

    Toquei piano quando era criança, e estou retomando por conta própria. Para isso, pesquisei por um piano digital e acabei fechando a compra no Yamaha P35. O P95 é superior, ainda que seja de uma geração anterior, mas não consegui achar em nenhum local.

    O preço do P35 está bom e possui 3 amostras por tecla. No entanto, peca na interface de uso (é péssima) e tem somente um P10 para fone de ouvido (na parte traseira) com 32 tons de polifonia. Nisso a Yamaha sacaneou. Para tocar normalmente com sustain, até o momento, não tive problema nenhum, mas ao utilizar dois timbres ao mesmo tempo com sustain ele "corta" bem facilmente.

    Conhece algum bom professor para indicar aqui em Porto Alegre? E também, algum adaptador MIDI bom e barato pra Linux?

    Abraço,
    Lucas Timm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas, tudo certo!

      Este piano da Yamaha tem um timbre agradável, bem parecido com o do CLP230 que eu possuo, mas realmente peca na polifonia. Não entendi bem o motivo da Yamaha não colocar ao menos 64 vozes de polifonia neste piano (na realidade entendo, só não consigo aceitar esta escolha).

      Não cogitou a hipótese de comprar um Prívia PX135? Encomendei um para utilizar na escola de música, deve estar chegando esta semana. Pretendo fazer um breve review sobre ele quando chegar e postar aqui.

      No mais, quanto a cabo MIDI no Linux, o P35 tem MIDI IN/OUT? Muitos pianos hoje não possuem mais o canal MIDI, eles utilizam a própria porta USB. Como faz muito tempo desde a última vez que utilizei Linux no meu computador pessoal, não sei te dizer qual seria o melhor adaptador para este uso, teria que pesquisar em fóruns.

      Mas leve em conta que as latências do ALSA são bem altas, e é bem difícil ter um desempenho bom para processamento de áudio em tempo real no Linux (por isto existem distribuições específicas para isto)!

      Professor de piano em Porto Alegre conheço a Jeanine, que é minha orientadora, mas não sei como ela anda de tempo!
      Você também pode encontrar bons professores na CasaDaMúsica (www.casadamusica.com.br), que é uma escola especializada que fica próxima ao Shopping Total.

      Ai dependerá de quanto você poderá pagar pelas aulas. Um professor como Jeanine, mestrado em práticas interpretativas, vai cobrar entre 90 e 120 reais A AULA! Agora, se você está num nível iniciante, podes buscar uma escola de música com um valor de mensalidade (4 aulas no mês) mais em conta, e quando sentir a necessidade de um professor de maior nível, aí sim, vai atras de um mestre :)

      Bom retorno aos estudos, e não desista, pois vale muito a pena!

      Excluir
    2. Obrigado pelas sugestões!

      Apenas mais algumas informações, o P35 tem sim interface MID -- o P105 não tem, mas tem 128 tons de polifonia se não estou enganado. Pretendo fazer um review dele em breve. Não tenho Windows no meu computador há um bom tempo, mas um kernel em tempo real ameniza bastante a lag do Alsa, mas precisa desativar o Pulse.

      LT

      Excluir
    3. Legal Lucas, eu ainda não tive experiência em utilizar MIDI no Linux!

      Se você conseguir fazer funcionar e conseguir colocar o Linux Sampler para funcionar, podes utilizar o P35 como uma console e driblar o problema das 32 vozes de polifonia.

      Ainda não tive tempo para testar isso, mas se você conseguir não deixe de passar por aqui e deixar suas impressões, e quem sabe até escrever um tutorial de como faze-lo e disponibilizar na WEB!

      Bons estudos!

      Excluir
  14. Josias, primeiramente, parabéns pelo blog. Muito bom para tirar dúvidas. Obrigado pela iniciativa. Gostaria, se pudesse, que me respondesse a uma questão. Toco piano há 20 anos e sempre tive o sonho de comprar um piano de cauda, todavia, o preço é "impensável", pelo menos por enquanto...rs. Tenho um Kurzweil SP76, muito bom, mas estava pensando em melhorar um pouco. Estive olhando os pianos digitais da kawai, como o CN 24 e KDP80. Vc os conhece. São bons? Nunca os vi pessoalmente, mas pelo que andei pesquisando pela internet parecem ser muito bons e atenderiam minhas necessidades e condições atuais. Vc sabe algo a respeito? Obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Douglas, eu nunca toquei num Kawai. Vejo falarem muito bem desta fabricante, e tem uma empresa especializada aqui em minha cidade que somente trabalha com esta marca, ao que dizem, é um instrumento de altíssima qualidade.

      Pelo que andei vendo, estes pianos que você falou custam entre 4000 e 5000 reais, certo?

      Não consegui encontrar, nem no site da KAWAI US maiores informações sobre o modelo. Me parece que ele possui 96 vozes de polifonia e suporte a harmônicos, o que já é excelente. Mas não achei nenhuma informação a mais.

      Com certeza o piano vai ser muito superior ao seu atual. Mas sugiro procurar videos na internet mostrando este piano em uso.

      De uma olhada também no Cásio Prívia PX850BK, ele é um piano com simulação de harmônicos e resposta de martelo, além de simulação da caixa de ressonância de pianos de cauda. Vale a pena conferir, porém não posso dizer muita coisa além pois nunca experimentei este piano, apenas achei as suas fetures interessantes para sua faixa de preço (4000 - 4500 reais).

      Eu ficaria entre estes dois, o KDP80 da Kawai ou o Prívia PX850BK!

      Excluir
    2. Josias, agradeço muito sua atenção em responder à dúvida e obrigado pelos esclarecimentos. Moro numa cidade do interior, em que é praticamente impossível encontrar um instrumento desses por aqui. Então, tive que buscar informações só pela internet. Acabei dando mais uma pesquisa e acabei optando pelo kawai kdp80. Já fiz o pedido. Estou ansioso pra ele chegar...rs. Quando ele chegar te conto mais sobre o instrumento. Então, mais uma vez, parabéns pela iniciativa do blog e obrigado pela atenção. Forte abraço.

      Excluir
    3. Douglas, você já recebeu seu piano? Valeu a pena? Também estou pensando em comprar um digital da Kaway e gostaria de saber sua opinião.

      Excluir
    4. Josias e Gina, apenas com o intuito de esclarecer e auxiliar. Comprei o kdp80 kawai e estou muito feliz com a compra. Superou minhas expectativas. Tem um peso legal de teclas e o som é muito bom. Mais fácil de transportar e sem a manutenção dos acústicos. Se por ora o acústico não for viável, acho que esses pianos da kawai atendem bem as expectativas. No meu caso que não procurava um piano com grandes recursos como variação de sons, gravação etc esses da kawai for perfeito. Espero ter ajudado. Abraço e mais uma vez, parabéns pelo blog.

      Excluir
  15. eu estava pesquisando e encontrei um Yamaha np-31 por 1200 reais eu queria gastar na faixa de uns 1300 você acha que eu encontraria algum piano melhor por essa faixa de preço? eu sou iniciante e o primeiro instrumento que comprei e tenho até hoje foi um teclado da crs kc19000cs comprei na inocência pelo preço pensando que teclado é tudo igual mas ele é horrível eu não quero cometer o mesmo erro,agora eu quero um piano digital sera que vale a pena comprar esse piano da Yamaha ele tem 76 teclas e 32 de polifonia,como eu disse eu sou iniciante se você poder me ajudar ficarei grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O NP31 está na lista dos pianos portáveis! Ele tem uma boa mecânica, mas peca na polifonia..

      Para iniciante vai servir por um BOM tempo, é possível estudar muito repertório Barroco e inicio do período clássico! Acredito que seja um instrumento que pode te acompanhar por uns 3 anos (a depender da sua velocidade de evolução, estes 3 anos é para "pessoas comuns")!

      Se você não tem muito dinheiro para investir, acho uma compra boa! Pois estará com um ótimo instrumento!

      Se conseguir disponibizar mais 466 reais consegue comprar um Privia PX135 (apenas o teclado, sem pedal e hack) na TeclaCenter. Nesta mesma faixa você pode achar ainda um KORG SP170s, mas é mais difícil! A maior vantagem destes dois últimos sobre o Yamaha são as 88 teclas e a polifonia que sobe para 120-128 Vozes!

      Mas como falei, a depender do seu desempenho, o Yamaha poderá lhe servir por um bom tempo, ainda mais se a ação de tecla e sensibilidade dele seguirem os padrões do P35/95/105 e CLP230 (que acredito que deva seguir)!

      Excluir
  16. Josias, gostei muito do seu blog e veio na hora certa. Relutei por muito tempo em comprar um piano digital, mas está difícil conseguir um piano acústico, pois no momento só posso comprar usado e aí vem o problema da compra à distância, pois moro bem longe dos grandes centros (qualidade, confiança, etc). Estive olhando informações sobre o CN24 da KAWAI e me interessei, você poderia olhar os detalhes e me dar sua opiniao? Segue um link com video e informações tecnicas: http://www.fritzdobbert.com.br/cn24.html Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gina, como já comentei anteriormente, a Kaway é uma marca tradicional em pianos digitais, e produzem equipamentos de alta qualidade.

      Observando as características do modelo, ele parece ser bom. São 192 notas de polifonia, isto é mais do que 90% das pessoas precisam, além do Grand Hammer 2, que simula ação de retardo dos martelos e tem diferenciação de peso nas teclas conforme a nota.

      Também pude perceber que este modelo possui tecnologia de simulação de harmônicos. Isto é muito bom, pois você notará as nuances entre o forte o fraco (intensidade de vibração das cordas, num piano acústico muda, alterando completamente a força das harmônicas). Ou seja, o fortíssimo não será apenas a nota com um volume maior, o processador do instrumento vai calcular a intensidade dos harmônicos junto e trazer um som mais fiel.

      Como sempre, o melhor era você poder testar o piano antes de comprar. Cada marca tem diferenças no teclado e no som, que somente tocando você vai perceber.

      Por exemplo, um teclado Grand Hammer 2 da Cásio é diferente de um da Roland, que é diferente de um da Yamaha! Cada um tem suas nuances, e vai da pessoa gostar ou não :)

      Procure vídeos no Youtube, de consumidores e lojas, pois serão menos "tendenciosos" do que os vídeos do fabricante (que obviamente são patrocinados e terão tratamento de som e imagem)!

      Boas compras, e obrigado pelo elogio ao blog :)

      Excluir
  17. Estou vendo se compro um Roland HP-507 ou Cpv601, mas por enquanto estou tendendo para o roland.
    Alias, estou escutando nocturne cflat, muito bonito.
    obrigado por compartilhar.

    abraços

    ResponderExcluir
  18. Ola Josias. Gostei muito do seu blog. E é notável que vc é um especialista em pianos. Me sinto totalmente seguro em te pedir uma dica.
    Toco guitarra como hobby a 16 anos (nível avançado, e sempre tive muita admiração pelo piano. ja tive o Yamaha psr 420 e o Roland Juno Gi. Agora decidi levar a serio o piano. Gostaria de seu conselho para a compra de um piano que tenha um otimo timbre sampliado de pianos, mas com timbres clássicos sintetizados. A intenção é tocar na igreja e em casa como hobby. não precisa ter ritmos, nem gravação,... quero tipo um Roland JV-1000 manja? me falarão do motif, mas achei demais para meu perfil. Busco somente otimos timbres sem ficar frustrado na hora de tocar um pop anos 80 por exemplo. Ate R$5.000,00 aproximadamente. Pode me ajudar?

    ResponderExcluir
  19. Lendo seu blog cheguei ao kawai MP10. Timbres absolutamente lindo pra mim. timbres maravilhosos e usuais. Conhece algo parecido por um custo melhor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Urley, desculpe a demora em responder, ando bastante atarefado ultimamente o que me deixa com pouco tempo para o Blog.

      Francamente, não sei bem como lhe ajudar. Todos estes modelos são bons, e são muito parecidos. Os equipamentos portáveis na faixa dos 2000 reais não possuem muita diferença em termos de timbres e sensibilidade, uns são melhores em uma coisa, e outros noutra.

      Os Kaway, eu notei um equilibrio entre sonoridade, resposta mecânica e sensbilidade. Os KORG possuem um som MUITO bom, melhor que dos demais, os Privia (de baixo custo), possuem uma sensibilidade superuior a maioria deles.

      Porém, NENHUM possui funções de sintetizador e sampler avançados, onde você pode modelar os sons, que é o que acredito que você procura.

      Uma opção é encontrar um com Midi IN, e adquirir um módulo separado para este fim.

      Excluir
  20. Olá, comecei aulas de piano há um mês e na busca por mais informações achei seu blog, parabéns pelo trabalho e pelos textos bem interessantes.
    Gostaria de sua opinião para comprar um piano digital, moro em são paulo, fazendo pesquisas na internet e em algumas lojas achei o yamaha p35 por volta de 2000 reais, como sou iniciante e não tenho mto dinheiro para investir, tenho o valor de 2000 reais como limite, sendo assim não tenho tantas opções, porém, soube que um ex-aluna da escola de música está vendendo um p95+fonte+suporte+ bag por 2000, mas como não sei avaliar a qualidade do piano gostaria de saber o que acha melhor, p35 novo ou p95 usado? O uso do piano seria somente para prática e estudo de um hobby, não penso em estudar os anos do erudito e investir em música.

    Estou pensando em pegar o telefone da pessoa para ver o piano, o que você acha legal de examinar? Não manjo nada de música e como estou bem no começo não sei o que avaliar.
    Agradeço a ajuda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia.

      O P35 é um piano simples. Inclusive eu não o recomendo pois ele é muito caro para suas especificações. Ele é um piano na faixa dos 1700 - 1900 reais, sem hack, com apenas 32 vozes de polifonia, que pode ser pouco em pouquíssimo tempo, ainda mais ao utilizar sustein

      O P95 já bem superior, se ele estiver em bom estado pode valer a pena.

      Mas, eu aconcelharia você a ir outras lojas de instrumentos e dar uma olhada nos pianos desta faixa de preço.

      Kaway, Korg, Casio (Privia) e Yamaha possuem linhas concorrendo nesta faixa de preço. A KORG tem um modelo com 98 vozes de polifonia, sampleado, com Hack e pedais inclusos na faixa de 1900 reais. Um Privia PX135 completo também está nesta faixa de preços...

      Ambos, são pianos superiores ao P35 da Yamaha. A única desvantagem, é que se não me engado, eles não possuem saída Line Out para ligar em amplificação externa sem cortar o retorno do próprio instrumento, no resto eles são superiores ao P35, e na mesma faixa de preço!!!

      Excluir
    2. obrigado pelas dicas, realmente entre o px 135 e o p 35 iria de privia, o yamaha parece ser muito caro pelo valor cobrado.
      essa semana vou a teodoro sampaio ver outras opções e poder tocar os pianos para ver qual gosto mais.

      Ao telefonar para a pessoa que tem o p 95 ela me disse que posso ir na casa dela para olhar o piano, no final da conversa chegamos aos valor de 1700 a vista e acho que talvez abaixe mais uns 50 reais.

      Vc acha que por esse valor, estando em bom estado, um p95 +fonte+ bag+pedal e estante x, é a melhor opção?

      Abraço!

      Excluir
    3. Ainda acho um Privia superior ao P95, porém existe a questão da faixa de preço. Um P95 em perfeito estado a 1700 reais é um ótimo preço. Este instrumento não sai por menos 3600 reais das lojas...

      Mas, se você encontrar um Privia PX135 na mesma faixa (você acha um completo, com hack e pedais por 2100, se procurar bem), seria mais negocio. Pois além da garantia, e ser um produto novo, ele é superior ao P95.

      Se bem me lembro, o P95 utiliza um hardware semelhante ao CLP230, que já está datado.

      Bom, então. Se não achares o Privia, e o P95 realmente estiver em ótimo estado, pode cogitar a ideia de sua aquisição que será um ótimo instrumento.

      Mas antes, de uma olhada nos pianos da KORG , como o SP170S, que é muito semelhante ao Prívia e já vem completo (com hack e pedais com a função "meio pedal")

      Excluir
    4. Obrigado de novo pela ajuda, fiz algumas pesquisas na teodoro sampaio e me desanimei um pouco com os preços e a variedade, nenhuma das lojas que eu entrei tinha o privia px 135, os vendedores disseram que saiu de linha e que agora tem somente o px 150, esse achei mais barato a vista por 2199, acima dos que estou pretendendo gastar.

      em relaçao aos yamaha, achei um absurdo os preços, o p35 está na media de 2300, em uma loja consegui por 1900 a vista, mais caro que na internet, porém, achei o piano mto simples, n acho que vale tudo isso.
      me mostratam tbm o p105, porém, num valor muito alto do que eu posso gastar.

      Entre os que vi hj, gostei mto do privia px 150 e do korg sp170, as teclas desse privia são de um material mto bom, achei bom o peso das teclas, melhor até que o korg, que gostei mais do som de piano.
      os menores preços que achei foram:
      px 135 $2199
      korg $2250

      Essa semana pretendo ver o p95 e ver o estado, mas confesso que gostei mto desse px 150, ele tem mta diferença sobre o px 135?
      vc acha que vale a pena esperar um pouco e juntar mais uma grana ou a diferença de pelo menos 500 reais n compensa na compra do px 150 ou korg sp170?

      Desculpa por colocar várias dúvidas, mas vc é um dos poucos que achei que tem conhecimento sobre a casio e não tem preconceito com a marca, pelo jeito ela era mto fraca e está com uma imagem um pouco manchada no meio musical.
      abraço!

      Excluir
    5. Teria que ver no site da Casio qual a diferença entre eles, mas acredito que seja pouca. Normalmente os modelos "50" possuem algumas features a mais que os "30" e "35".

      Por exemplo, PX850 possui suporte a gravação direto em Wav, simulação de harmônicos e caixa de ressonância, enquanto o modelo 830 não possui estas features.

      Abaixo, as especificações do 135 e 150:
      http://www.casio-intl.com/br/pt/emi/privia/px135/spec/
      http://www.casio-intl.com/br/pt/emi/privia/px150/spec/


      Se você gostou do som e das teclas do 150, compre este...

      A única diferença real que vi entre eles é o gerador de som:
      150: Sistema de som multidimensional Morphing AiR
      135: Linear Morphing AIF

      Sem ter maiores documentos técnicos não posso dizer o que cada coisa significa. Mas com certeza utiliza uma técnica diferente para trabalhar as amostras de som, e pelo "nome" da tecnologia deve gerar um som com profundidade ao estilo surround sound!

      Um piano é um instrumento que vai te acompanhar por alguns bons anos, então é melhor fazer um investimento acertado e sem pressa, do que comprar algo que não ficará a contento e gerará desgosto na hora de estudar!

      Compre um instrumento bom, que te agrade, mesmo que leve um pouco mai de tempo para isto!

      Quanto a Cásio, realmente os músicos em geral discriminam a marca, mas isto é pq não a conhecem.

      A Yamaha tem uma prática de preços mais "top" e produz teclados de médio e alto padrão, tendo apenas um ou dois modelos de baixo padrão, que ainda assim não são tão acessíveis. Desta forma levou a fama de "marca boa".

      A Cásio produz desde os teclados mais básicos para pessoas que estão começando no "Dó Ré Mi" e não podem gastar mais do que 200 reais, até modelos sintetizadores completos na faixa dos 15000 reais.

      O grande problema são o vendedores e os músicos, que compram o modelo errado para o seu "nível" e esperam milagre de um instrumento de 200 reais. Também vale ressaltar uma inundação de modelos refurbished e contrabandeados do paraguay na década de 90, muitos falsificados.

      Isto acabou com a marca. Mas eles produzem equipamentos excelentes nos níveis mais altos (sempre produziram), é só saber escolher.

      O mais interessante é você mostrar um Privia PX135 para uma pessoa que term este preconceito.
      Ficam pasmas quando vêem a marca "Casio" sobre o piano, mais pasmas ainda quando descobrem o preço e que trata-se de um modelo Low End, que da uma surra nos modelos básicos da linha Clavinova, por 1/3 do valor.

      Excluir
    6. Olá Josias, muito obrigado pela ajuda, acabei comprando o privia px 150, gostei bastante do piano e acho que foi o mais adequado para as minhas necessidades, muito obrigado pelas dicas

      Abraço!

      Excluir
  21. Josias, parabéns pela iniciativa de manter esse blog, o que mostra a sua generosidade. Estudo teclado há 1 ano e meio. Comprei um sintetizador da Korg, o X-50, muito bom por sinal. Percebo que a Korg sofre um certo preconceito quando se fala de sons de piano, assim como a Casio. Curiosamente, um vendedor de uma loja me disse que a melhor simulação da mecânica das teclas de um piano acústico é conseguida pela Casio na linha Privia. Vc comentou em post anterior que acha que para estudar é melhor teclas pesadas e mais profundas. Qual a razão disso? Com relação a manutenção de um Privia, dá muito problema? Quando quebra é muito caro o conserto? Toco na igreja e pra mim mesmo em casa. Além do sintetizador quero comprar um piano de 88 teclas. Não pretendo ser um pianista profissional, apenas fazer um "arroz-com-feijão" bem feitinho. Estou na dúvida entre os Privias PX-3, PX-135, PX-150 e PX-330. Se puder ajudar, agradeço. Um abraço e sucesso!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As teclas pesadas e mais fundas auxiliam no feedback, o que por si ajuda a você criar uma memória tátil mais rápida.

      Também vale lembrar que as teclas pesadas e mais fundas vão lhe forçar a desenvolver técnica.

      O PX-330 é um modelo intermediário, e com certeza é superior ao 135. O PX-3 nunca tive oportunidade de testar. De uma olhada no PX-850, ele é cerca de 600 reais mais caro que o 330, porém ém um instrumento muito superior.

      Excluir
  22. Olá Josias!

    Estou prestes a comprar meu piano digital e também estou em dúvida de qual comprar. Testei poucos modelos, pois fui em apenas uma loja, a saber:

    1) Kawai CM 24
    2) Clavinova Yamaha Arius YDP 162

    O som eu achei melhor o Kawai, porém não gostei das teclas, não são tão pesadas nem são do mesmo material que o modelo da Yamaha.

    Pesquisando preços em outros sites, me deparei com o modelo Clavinova Yamaha Arius YDP 142, que custa em média R$ 1.000,00 a menos que o YDP 162. Você poderia me ajudar a entender a diferença entre eles e, para uma iniciante como eu, qual o modelo mais indicado.

    Muito obrigada e parabéns pela iniciativa! Abs, Patrícia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Patrícia, não consegui encontrar qualquer diferença técnica entre o YDP 142 e 162.

      A diferença mais "gritante" está ligada ao seu amplificador de som. O YDP possui um amplificador de 6W estereo, contra um de 20W do YDP162.

      De resto, não encontrei diferenças visíveis.

      Se você puder comparar os dois em alguma loja, seria mais interessante. Isto ajudaria a apurar se existem diferenças no timbre e sensibilidade, mas acredito que não.


      Excluir
  23. Olá! Sou alguem que acredita que um dia ira realizar um sonho: O de tocar piano. Quando criança (até 12 anos) estudei piano classico em um piano alemão maravilhoso. As coisas mudaram na vida dos meus pais, o piano se foi e tambem o aprendizado. Desencanei. O tempo passou e aos 40 anos resolvi voltar a estudar. Compramos um piano Pleyel e tudo foi ótimo por uns 2 anos. Aí o tal piano começou a nao pegar mais afinaçao e descobrimos que era necessario trocar o Cepo, cravelhos, etc...etc..Sem chance! Bom mais 15 anos se passaram e cá estou eu de novo querendo voltar ao piano. Mas um piano convencional está fora das minhas condições.Então, na internet, procurando os tais pianos, li sobre piano digital. Gostaria de saber se posso reiniciar meus estudos em um piano digital tal como se fosse um acústico. E se futuramente podendo comprar um piano tradicional, teria muitos problemas para toca-lo. Ficaria muito feliz em receber sua resposta.

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bem? Tenho um Yamaha P 105 e agora consegui juntar um bom dinheiro pra comprar outro piano digital. Estou pensando em comprar o Clavinova CLP 440, alguém já tocou nesse piano? Se sim, o que acharam dele? Qual outro me indicariam até os 9.000? Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  25. Em termos de custo benefício você compraria um p105 ou um ydp142? Obrigada!

    ResponderExcluir
  26. Comprei um Kawai kdp80, e esta estranho, sou iniciante e estou aprendendo tocar, mais percebo que quando toco a nota si, o som não sai legal, e quando aperto o pedal de sustentação fica um zunido alto, alguém sabe o que é; é facil achar quem arruma este piano?ele pode estar desafinado?

    ResponderExcluir
  27. O que acha do CLP 440 da Yamaha , é um bom piano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo (ou amiga hehe) não conheço o piano, não tive oportunidade de tocar num destes. Mas trata-se de um modelo mais intermediário, seguindo a lógica da Yamaha, deve ser superior ao 430 que já é um baita piano.

      As músicas gravadas que neste blog foram disponibilizadas, foram gravadas em um CLP230, que é o antecessor destes modelos... Então daria para ter uma idéia!! =)

      Mas, particularmente eu tenho achado os pianos da Yamaha muito caros para o que eles oferecem. Você encontra instrumentos de mesmo nível em outras marcas como Kawai, Cássio, Korg e até mesmo Roland.

      V-Piano da Ropand (modelo portável) custa entre 12 e 16.000, enquanto um CLP430 custa na faica dos 10.000 (ultima vez que vi os preços era isso)...

      Nessa faixa, eu seguraria um pouco a grana e ia de Roland, que é indiscutivelmente superior!!!

      Excluir
  28. Ótimo post, Josias! Obrigada pelas informações, estão ajudando bastante na minha pesquisa para adquirir um novo piano digital.

    ResponderExcluir
  29. Olá Josias não poderia de deixar de comentar sobre o assunto, muito bom seu blog no 1000.

    mas tenho algumas duvidas, já li de tudo que pude lê, a 1° pergunta:

    porque um piano digital de 32 polifonia (Roland) custa mais caro do que um da (Casio) de 128 de polifonia? se quanto mais polifonia melhor! deveria ser ao contrario não? o rolando de 32 custa 3000 e vai facada e da Casio custa 2000.

    2° não posso gastar mais de 2200 e por isso estou pesquisando muito, pelo que pude ver piano é um instrumento caríssimo, e Casio e Yamaha são as únicas opções disponíveis, a pergunta é: porque sampler não é citado na descrição do produto? só fala de polifonia/tribre/ martelo e etc..não fala em som harmônico e algumas coisas que vc falou, ou está dizendo de outra forma?

    3° e ultima. estou adquirindo um piano para um longo tempo e queria um piano que tocasse musica diversas mas com ênfase em musica clássica, qual vc me indica? vc fala bastante dos PX da Casio e PRIVIA, MAS os privias tem poucos timbres, eu queria ums que tivessem 128 POLIFONIA E 250 TIMBRES E SAMPLES 5 POR NOTA E HAMONIA NO MESMO NIVEL que não fosse absurdamente caro. NA FAIXA DE 2200 A 2500.

    DESDE JÁ AGRADEÇO POR TUDO E TUDO DE BOM MEU AMIGO, E EXELENTES ESTUDOS! 1000 SEU BLOG.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, vc está querendo um Clavinova ou Roland topo de linha...

      Bom, vou responder as dúvidas uma por uma:

      "porque um piano digital de 32 polifonia (Roland) custa mais caro do que um da (Casio) de 128 de polifonia? "

      Marca. A Roland é uma marca muito conceituada no mercado, tendo sido pioneira no uso exemplos de som para confecção de pianos e órgãos. Toda esta bagagem agregou valor a marca. É claro que os componentes utilizados tbm são de maior qualidade. Os Casio PX135 só conseguem custar 2000 reais devido a simplificação do móvel e uso intensivo de plástico para sua construção, além de possuir um amplificar mais simples. Ele é um ótimo piano (o melhor na faixa de preço, acredito), mas não tem milagre... Para baratear tem que utilizar materiais mais baratos...

      Quanto a polifonia, 32 vozes é o suficiente para a maioria dos usuários, que tocam música popular. 64 vozes é suficiente para maioria das obras clássicas, e 128 vozes então nem se fala. A questão é que normalmente, um hardware que consegue processar mais de uma nota ao mesmo tempo, deve possuir capacidade para processar mais efeitos também, mas isto não é regra.

      Quanto a capacidade de processar harmônicos, observe que somente os pianos mais topo de linha possuem esta capacidade, e normalmente isto consta nas especificações completas (full specs). Observe que o Privia PX 850BK possui suporte a harmônicos e isto é evidenciado pela Cassio. A Yamaha tem outro nome para esta tecnologia.

      Quanto a um piano que possua 250 son (ein????), suporte a harmônico e 128 notas de polifonia. Bom, vocês está querendo demais. mesmo o Yamaha Clavinova topo de linha não possuem tantos sons, e olha que eles trazem a tabela XG completa, além dos sons de piano de altíssima qualidade.

      Então, um instrumento como que você quer, não vai custar menos 11.000 reais. Infelizmente, não tem como fazer milagre. =(

      Excluir
    2. Ah, apenas um cuidado: Harmônicos não é o mesmo HARMONIA...

      Harmônico ou harmônica, é uma frequência que deriva da frequência principal, normalmente sendo 1/4, 1/2, 1/8, e por aí vai. Devido a isto, as cordas do piano vibram junto, contribuído com a formação do som e preenchendo mais o espectro de som. Pianos digitais que processam harmônicos tendem a ter um som mais realista do que os que não possuem essa capacidade. Mas observe que isto requer mais processamento, o que significa que encarece o produto. Por isso que somente os pianos de médio é alto custo possuem essa função. O mais barato que achei com suporte a harmônicos é o Prívia PX850.

      Excluir
  30. olá amigo gostaria de saber qual é o melhor em termos de imitar um piano acustico.

    casio px3bk

    casio px 330

    yamaha p35

    yamaha p95

    kurzweil sp2x

    não pode passar da faixa 2500 reais

    ou outro que vc indica desde ja agradeço pela atenção!

    ResponderExcluir
  31. Josias estou em duvida entre o Casio px3bk e o px330, a diferença entre eles aqui na teclacenter é quase 100 reais, quero saber se o px3bk tem alguma grande diferença entre o px330 ou se são praticamente idênticos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Fiz aulas de piano há mais de dez anos, e estou disposta a retomar os estudos por conta própria, já que na cidade onde moro não existe um bom curso. Gostaria que me indicasse um piano digital ou teclado na faixa de uns R$ 1.500,00, que fosse suficiente para o meu propósito. Obrigada!!

      Excluir
    2. Anonimo, nesta faixa de preço acho que somente os Casio, e ainda assim pode ser difícil achar devido a alta do dólar.

      Da uma olhada também nos pianos da Korg, tem um modelo de entrada na mesma faixa de preço dos Casio, mas as vezes tem promoções com bons descontos! =)

      Bom retorno aos estudos!

      Excluir
    3. Felipe, o PX330 eu cheguei a testar, e achei um excelente piano, ele tem uma grande variedade de timbres e é bem robusto, inclusive tem um timbre de piano melhor que o do px130. O outro modelo que vc se refere, nunca testei.

      A dica que dou é que vá a alguma loja que tenha os instrumentos e teste e veja qual lhe agrada mais. Também é interessante escutar exemplos no youtube com ambos os pianos!!!

      Excluir
  32. Josias, boa tarde!

    Parabéns pelo excelente blog e por sua disposição em ajudar.

    Estou há algum tempo procurando um piano digital para minha esposa, que há muito tempo estuda e toca piano acústico. Mas, como moramos em apartamento, precisamos nos adaptar. Pesquisei bastante e decidimos pelo Casio Privia PX 830 BP. Por tudo que pesquisei, acreditei ser este o melhor modelo e relação custo-benefício para ela, que procura um som bem fidedigno, teclas pesadas e um móvel semelhante (ou que lembre) a um piano acústico. Porém, tenho tido enorme dificuldade em encontrar este modelo a venda nos sites. Encontrei o modelo BK, porém não é o acabamento desejado (queríamos o Black Piano).
    Gostaria de saber se você tem alguma experiência com o modelo, qual a sua opinião a respeito, se teria algumas lojas (sites) para indicar para a compra e, caso também não encontre ou ele esteja fora de linha, qual o modelo semelhante você indicaria nesta faixa de preço.
    Desde já agradeço!
    Abraços

    ResponderExcluir
  33. Olá, muito obrigada pelo post, mas gostaria muito de saber sobre o piano digital da casio, o Celviano. Eles estão na média de R$3.500,00, e é o máximo que posso pagar por um piano digital. Essa linha da Casio é boa? Me interesso mais pelo som do piano e pelo peso da teclas. Qual o melhor modelo dessa linha? Se vc souber de algum piano melhor, gostaria muito de saber. Mas gostei dele de vista, pois possui o estilo de um piano de armário, mais clássico. Desde já, agradeço. Alice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice, tendo em vista que não sou representante ou vendedor de pianos digitais, infelizmente não tenho conhecimento acerca de todas as marcas e modelos. Tenho algum conhecimento do funcionamento de pianos digitais devido a Engenharia e ao gosto que tenho por música =)

      Não sei se você chegou a ler as partes anteriores do artigo, onde explico o funcionamento destes instrumentos e dou algumas dicas. Estas quarta parte visa exemplificar o processo de escolha, e não elencar os melhores pianos, tendo em vista que foi escrita a mais de dois anos, muita coisa deve ter mudado no mercado e produtos novos foram lançados. (Pretendo ir a uma loja em Porto Alegre dar uma olhada nas linhas e atualizar estes posts, o problema é que com o final do meu curso superior, o tempo é muito curto!)

      Inclusive a linha Celviano, não existia - na realidade recém havia sido lançada - na época que escrevi estes artigos. Portanto, desconheço a linha e nunca toquei em uma para poder comparar com os Yamaha e a linha Prívia!

      O que posso dizer é que o Prívia 850 esta um pouco mais caro e me parece superior aos modelos de entrada da linha Celviano (possui simulação de harmônicos e outras features interessantes). A maior diferença é basicamente estética, e creio que você deve tentar se desligar desta questão estética se não tem tanto dinheiro para gastar, e se preocupar mais com o que o instrumento pode lhe oferecer.

      Teste vários modelos de piano, e veja qual agrada mais. Compare a lista de especificações levando em conta tudo o que foi explicado nestes 4 artigos e veja quais os modelos são mais próximos em especificações e organize-os em ordem crescente. Selecione os melhores e de atenção a estes, teste eles e veja qual lhe agrada mais.

      Estas são as dicas. Elenque os quatro, ou três melhores que situam-se dentro da linha de preço que você pode pagar, e teste-os com calma. Aquele que mais agradar, mesmo que não seja o melhor dos quatro/três em termos de especificações, será o seu piano.

      E tente não olhar somente a estética do piano! Se conseguir conciliar qualidade x especificações x preço x estética, melhor, mas isso nem sempre é possível. Normalmente aqueles são realmente bons e bonitos, são bem caros!!!!

      Excluir
  34. Olá Josias. Parabéns pelo site. Sendo breve, gostaria de saber sua opinião sobre o estudar em piano digital, pode comprometer a técnica. Tenho um Roland RD 700SX e ele me atende bem mas tem muito recurso que não uso e eu gostaria de ter um piano digital para ficar em casa com suporte próprio e os 3 pedais. Se você dispusesse de grana o que você compraria? Abraço!

    ResponderExcluir
  35. Ola Josias
    seu blog foi fundamental p mim, pois, procuro um Piano Dig p dar de presente p minha esposa
    eu prazo muito pelos timbres e pretendo ouvir um kawai (so conheço a linha acustica)
    Mas ela preza pela "sensação" de tocar as texclas com peso adequado. Vc acredita que a linha KDP 90 (http://www.fritzdobbert.com.br/KDP90.html) ou CN 24 (http://www.fritzdobbert.com.br/cn24.html) atendem a esta demanda dela?
    só como referencia, ela tocou um "fenix" hj e adorou. eu sinceramente acho que KAWAI vai bater de 1000
    Estarei em SP em abril, de 01a09.

    obrigado
    aguardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca mais toquei em piano Fênix. A impressão que tenho destes pianos é de 2005, mas eu acho que não deve ter mudado muito, pois os modelos seguem basicamente os mesmos... Fuja dos Fênix, é o que digo.

      Sobre o teclado, ele muda bastante de piano para piano. Um Yamaha tem um toque diferente de um Roland, que é diferente de um Cásio e por aí vai.

      Eu possuo um Yamaha CLP 230, antiguinho (de 2006) e gosto muito do teclado dele, tem um bom peso e um toque firme, muito parecido com o teclado dos pianos de cauda da Yamaha. Os Rolands parecem possuir um teclado mais raso e os Cássio um teclado mais fundo, sendo o Yamaha mais intermediário.

      Para estudo, um teclado mais fundo é importante, pois força você a estudar bem a articulação. Para execução um teclado mais raso sempre ajuda, pois o toque torna-se mais "fino" e suave...

      Mas aí depende da pessoa e do modelo do piano. Acredito que o Kawai vai satisfazer sim, são ótimos instrumentos. Mas de uma olhada em várias marcas e modelos e tente pegar uma marca tradicional, que não vai te deixar na mão caso precise recorrer a assistência técnica.

      Excluir
  36. Oi td bom? Estou pensando em comprar um piano Korg sp-170s para o estudo de musica erudita, porém nao sei se esse seria um bom instrumento, tbm não entendi por na parte de polifonia da polifonia esta escrito 120/60 (estéreo)

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Possivelmente ele divide o teclado ao meio, e parte das 60 notas ficam alienadas ao falante esquerdo, e 60 ao direito, através do sistema de balanceamento estereofônico. Nada de mais...

      Excluir
  37. Boa noite, Josias!

    Interessantíssimo seu Blog! Parabéns!
    Estou a procura de um piano digital, poderia me informar sobre o Yamaha DGX-650B ?

    Obrigada!!

    ResponderExcluir
  38. Ola Josias, finalmente estou preste a realizar meu sonho de comprar um piano, estou na duvida entre o Kurzweil MP-20 e o Clavenova YDPV 240, ou voce me indicaria outro no mesmo nivel de preço?

    ResponderExcluir
  39. Oi Josias fiquei muito feliz de encontar alguem tão gentil e educado para tirar duvidas e dar dicas a respeito de pianos. Gostaria que me ajudasse a resolver uma questão a qual estou aflita. Sou uma amante do piano e fiz aulas por tres anos. Toco na igreja e vendi um piano GDX 520 pois tinha as teclas muito leves. Então ai ganhei um Yamaha Np 31 mas não gosto de nada nele. Tive oportunidade de ver um rapaz tocando um privia PX 135 da Casio ew me apaixonei. Agora estou pensando em vender o meu e comprar este. O que vc me aconselha? Já ouvi dizer que as marcas boas são Yamaha e Roland! O vendedor me falou que ele é muito bom o da Casio . O que faço? SERÁ UMA BOA ESCOLHA? O brigado. Um abraço.

    ResponderExcluir
  40. Olá Josias,

    Encontrei seu blog no google e gostei muito. Também mantenho um, sobre bicicletas (http://avidadebicicleta.com) e sei como dá trabalho.
    Portanto, desde já parabenizo pelos excelentes textos e ajuda que dá a todos nós.

    Fui músico em minha adolescência, tocava violão e guitarra profissionalmente, mas acabei parando.

    Tenho um filho de 6 anos e quero colocá-lo em uma aula de iniciação musical, gostaria de comprar um piano digital para ele começar a aprender, não posso negar que também tenho interesse de utilizá-lo para aprender.
    Poderia me indicar uma marca e modelo que seria uma boa relação custo/benefício para este meu perfil?

    Muito obrigado e parabéns pelos excelentes conteúdos!

    Abraços,
    Robson Combat

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo certo Robson?

      Infelizmente eu ando bem por fora dos preços de pianos e modelos. O que tenho notado é uma certa escassez dos pianos da Casio (principalmente px135) do mercado.

      Hoje, você encontra o KORG SP170S com hack por 2300, e o Casio PX150 por 2400. Também acha o Yamaha P35, mas este eu desaconselho pela baixa polifonia.

      Com a instabilidade no mercado, agora vai ser mais dificil achar pianos bons com preços mais atraentes. Possivelmente não vais achar pianos bons por menos de 2200 reais, a não ser que seja ponta de estoque ou alguma promoção.

      Da uma procurada nos pianos da Kawai e Kurzweil também, as vezes tem modelos com bons preços.

      Abraços, e boa sorte na escolha!

      Excluir
  41. Olá Josias! Tudo bem contigo?
    Estou na procura de um piano digital para poder estudar.
    Fui numa loja e me apaixonei no Roland RP 301, sei que é um instrumento bem caro, mas comparado com a Casio privia teclas fracas e sem peso e Yamaha P 105 pelo seu preço, percebi as teclas tem a escolha na hora da compra. Vale a pena investir no Roland?

    ResponderExcluir
  42. Boa noite Josias.

    Estou pesquisando por um bom piano digital para poder voltar a praticar e acabei encontrando seu blog.

    Pelas minhas pesquisas eu pude notar que a Yamaha e Roland possuem bons custos/benefícios, além de serem marcas que eu gosto. E o Yamaha P-95 chamou minha atenção.

    Gostaria de pedir seu conselho, pois não consigo mais achar um P-95 novo para vender, e ele já está um pouco ultrapassado. Você poderia me indicar um piano digital da Yamaha ou Roland mais atual que se assemelhe com o P-95? Se possível, que não passe muito dos R$7.000,00, por favor.

    Agradeço, e continue com seu blog, muito bom o seu trabalho.

    ResponderExcluir
  43. Olá Josias.
    Você acha o Korg Sp 250 um bom piano para quem não necessita de muitos recursos tecnológicos e sempre tocou em piano acústico? A intenção é para estudo em casa, basicamente de música popular, bossa nova, etc...Você compraria um usado? Por R$ 2800,00? Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Mila, tudo certo?

      Ando sumido do Blog devido ao final do curso superior, infelizmente devido a falta de tempo não poderei ser mais preciso em uma resposta.

      O SP-250 possui 60 vozes de polifonia, o que pode ser considerado "no limite" para execução de peças de média complexidade, mas os KORGS normalmente possuem uma ótima sonoridade e um acabamento excelente.

      Na faixa dos 2800 você consegue alguns pianos da Cásio e o KORG SP-170S que possui 120 vozes de polifonia, porém é de uma geração anterior.

      O ideal é você testar o instrumento e ver qual lhe agrada mais em termos de desempenho e sonoridade. Particularmente eu continuo achando os Casio o melhor custo x beneficio, porém nem sempre a sonoridade deles agrada.

      Abaixo, segue o link para a página oficial do produto, onde irás encontrar informações tecnicas.
      http://www.korg.com.br/produtos/arquivos/sp250.php


      Procure no YouTube por vídeos deste piano e de outros que possam te interessar. Faça a compra com calma, pois um piano é um instrumento que você não troca com frequência! =)

      Excluir
  44. Obrigada pelo retorno. Vou pesquisar! Abraço

    ResponderExcluir
  45. Ola, Josias.
    Estou pesquisando um piano pra comprar e um que me chamou a atencao foi o Kurzweil mps20. Gostei do timbre dele. Entretanto, o preco (5000) é acima do meu orcamebto. Voce saberia dizer alguma marca e modelo cujo timbre seja similar e o preco seja em torno de 3000

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desconheço o MPS20, pelo que vi ele está na faixa dos 5000 reais, certo?
      Acredito que um prívia PX750 ou 850 já seria suficiente para você, mas os timbres da Cásio são diferentes dos timbres da Kurzweil. De uma olhada neles e veja se gosta.

      Excluir
  46. Bom dia! Minha filha de 7 anos está iniciando o aprendizado em piano. Gostaria de comprar um piano digital para que ela pudesse ter as aulas em casa, mas nunca toquei piano e nada sei sobre o instrumento. Qual modelo vc sugere nesse caso? é mais barato comprar no exterior? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compra no exterior realmente eu não sei. Lembre-se que dificilmente um pacote grande não será tributado, o que pode torna-lo mais caro do que comprar aqui.

      De uma olhada nos preços do Korg SP170S, Cásio PX135 e Yamaha P35, são modelos de entrada de boa qualidade com preços que variam de 1900 a 3000 reais.

      Excluir
  47. Olá! Estou pensando de comprar um piano digital.Faz 4 anos que faço piano, qual piano vc me recomenda? dei uma olhada no privia px 750 e no yamara p105.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu recomendaria o Prívia PX850BK. Toquei em um destes esses tempos e me apaixonei pela sonoridade. O som de piano principal dele não ficou muito atrás de um CVP601 que testei na mesma loja, sendo que custa menos da metade do preço do Yamaha.

      A grande diferença para o PX750 é que o 850 possui suporte a reprodução/simulação de harmônicas.

      Excluir
  48. Olá! Me chamo Andresa! Faz um mês que faço aulas de piano e no momento preciso comprar um para estudar em casa, de preferência um que dê pra carregar em futuras apresentações. Pretendo tocar além do piano popular, piano clássico também, ou seja, gostaria de um instrumento que me permitisse tocar desde peças clássicas até Rock, música popular, um piano que me permitisse toda essa versatilidade... Também não gostaria de trocá-lo nem tão cedo, por questões financeiras mesmo. Estou de olho no modelo Casio PX-3BK Piano Stage, é uma boa opção para as minhas necessidades? Desde já obrigada! O link do piano: http://www.casio-intl.com/br/pt/emi/privia/px3/spec/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Não sei se sou qualificado para te dar essa dica, brinco de teclados há um tempo e agora vou começar a ter aulas. Acabei de comprar esse Casio Privia PX-3 (BK é de Black, cor preta) e estou esperando chegar.
      Na matéria o rapaz afirma que o Casio PX-135 é um ótimo custo benefício para iniciantes. O Casio PX-3 é ligeiramente superior ao que ele fala na matéria, só tenho lido críticas boas ao PX-3 e acredito que ele satisfaça muito bem suas necessidades por uns 3 ou 4 anos (Quando talvez sinta necessidade de comprar um produto ainda melhor, caso avance nas aulas).
      Um Casio PX-3 sai em média por 2000 reais, aconselho que aproveite a promoção do TeclasCenter. Paguei 1750.

      Abraços

      Excluir
  49. Olá, Josias, minha necessidade é essa: um piano digital que tenha ótimas teclas, isso em primeiro lugar. Sensibilidade e resposta das teclas acima de tudo. O resto é resto. Não faço questão de ritmos, styles, preciso pouco que grave e outros recuros. Mas é importante que tenha ótimas teclas, e que custe no máximo 2600, estourando. Ah, e que eu consiga encontrar em algum site.
    Tem algum que você me recomenda, com a sua experiência?

    ResponderExcluir
  50. Josias!! boa noite! voce e o cara! parabens pelo blog!!
    sobre o piano de entrada para inciantes que voce cita acima o 135K da casio, e o desse link abaixo mesmo?? o preco esta bem atrativo...

    http://www.teclacenter.com.br/casio-privia-px-135bk-completo-piano-digital.html

    voce tem piano acustico ou digital? sera que a diferente entre eles de maneira geral e muito grande?

    ResponderExcluir
  51. Oque voce me diz sobre o PX 320??, por R$ 2.000,00 - usado

    Obrigado!!

    ResponderExcluir
  52. Estou ha 3 meses estudando piano em um conservatório, gostaria de saber se o px 150 privia da Casio seria útil até uns 3 anos de estudo ou devo optar por outro modelo?Se sim qual indicaria?

    ResponderExcluir
  53. tenho um casio celviano AP - 650 e acho ele excelente
    valeu muito a pena ter comprado

    ResponderExcluir
  54. Estou interessado num yamaha clavinova para a minha filha , no primeiro ano do conservatório. Estou hesitante entre o 725 ou o 735, a diferença entre um e outro é de quase mais 30% mas parece-me que compensa. Alguém quer conhece, quer comentar ou dar uma outra sugestão? Obrigado!

    ResponderExcluir
  55. Olá Josias. Muito bacana o blog. To querendo comprar um Yamaha Clavinova clp 550. O cara quer 1900, 00. Vale a pena ? Eu sei que este modelo é bem antigo. Valeu. Abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde

      Nâo tenho conseguido grandes informações acerca deste piano. Nem no site da Yamaha. Acho que uma confusão recorrente reside na numeração (CLP 550).

      Encontrei um documento (manual de montagem) do instrumento, que data de 1988. Caso isto esteja correto, é um piano bem antigo, que utiliza tecnologia Sampler bem antiga.

      Se este é o caso, consideraria a compra de um piano de entrada da Korg ou Cassio no lugar deste Clavinova.

      Excluir
  56. Boa tarde, Josias. Meu nome é Edson Possuo um Yamaha P-35, ótimo piano! Toco na igreja e como lá não tem uma variedade de instrumentistas, eu utilizava vários timbres maneiros, por exemplo, sanfona, sax, as vezes bateria (isso tudo num teclado da linha PSR que eu tinha).
    De uns tempos pra cá eu vendi esse PSR e adquiri um P-35, só que agora to sentindo falta de alguns timbres.. A minha pergunta é: Qual teclado/piano digital você recomendaria pra mim, levando em consideração que quero um com vários sons de outros instrumentos (como na linha psr); quero teclas um pouco mais pesadas que o normal, por exemplo semi-pesadas;
    E com o preço acessível pra minha atual condição financeira, que seria de no máximos uns R$ 3.500,00.

    Acho que consegui ser claro na minha pergunta rs.

    Ah, belo blog!

    Se puder me responder para o meu e-mail também eu agradeceria. Obrigado!

    edsonjuniorssoares@yahoo.com.br

    Att

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, infelizmente não existe milagre. É como já respondi a outro estudante mais acima. Pianos com banco de dados de sons grande e qualidade sempre vão ser mais caros, pois a engenharia deste tipo de instrumento é mais cara.

      Na Yamaha, dificilmente irá achar um piano com um bom banco de dados de som por menos de 6000 reais, infelizmente.

      Excluir
  57. Olá Josias.
    Parabéns pelo site! Minha filha tem 11 anos estuda piano clássico em uma conceituada escola de Música.
    Tenho a intenção de gastar entre R$ 5.000,00 a R$6.000,00.
    Estou pesquisando os modelos de pianos digitais e estou preferindo Yamaha, mas estou super em dúvida entre: P 105; Arius YDP 161; Arius YDP 142; CPP 525 R. Enfim estes são os que tenho pesquisado. Gostaria da sua opinião e estou aberta para outras sugestões.
    Extremamente grata.
    Cristina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, não sou vendedor de pianos e não conheço o vasto catalogo da Yamaha. O ideal é seguir as dicas presentes no blog e analisar caso a caso, comparando as qualidades de cada piano x valor. Mas no fim, em pianos de qualidade, o que vai nortear a escolha é sua satisfação ao tocar nele (som, teclas, responsividade e etc)...

      A dica permanece a mesma. Verifique as especificações técnicas de cada piano (coloque em uma planilha as especificação de forma a poder comparar) e elenque os melhores que atendem a faixa de preço, e depois teste o instrumento. Aquele que agradar mais, será a melhor a escolha! =)

      Excluir
  58. Ola Sr.Josias tudo bem? Bom queria te dar os parabéns pelo seu blog.

    Sr. Josias estudo piano há 4 meses, sou iniciante e estou indo bem, levando em consideração o fato de não ter o instrumento para praticar. O custo de um piano acústico é muito auto e tomei a decisão e optei por um piano digital, mas um instrumento que não suprisse somente minha necessidade como iniciante, mas não deixasse a desejar no nível médio, intermediário, avançado e profissional. Pois com fé em Deus chegarei lá. rsrsrsrs
    E Sr.Josias depois de muita pesquisa e vídeos demonstração no YouTube 2 intrumentos me deixaram encantado, o casio privia px 850 e o casio celviano ap-450, só vou usar piano e o som deles achei incrível.
    Qual dos dois?
    A ajuda de um especialista e bem vinda.

    Obrigado e parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo elogio, mas infelizmente estou com pouquíssimo tempo disponível para o Blog. Acredito que a esta altura você já decidiu qual piano comprar.

      Em uma de minhas viagens a trabalho, enquanto esperava o avião, tive a oportunidade de testar um 850 e ap-450, achei ambos muito parecidos, inclusive tenho minhas dúvidas se estes não são derivados do mesmo projeto, porém com algumas adaptações para algum mercado específico.

      Qualquer um dos dois será uma boa escolha!

      Excluir
  59. Olá,
    Entre o yamaha clp 525 e o roland hp 504, qual seria a melhor opção?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  60. Caro Josias, acabei de adquirir um piano digital Roland HP-504, em razão de o teclado produzir a sensação mais parecida com a de um piano acústico. Você sabe me informar se o piano digital Roland possui martelos, não iguais aos do acústico, mas algum tipo mecânico que funcione como martelos de piano de cauda? Grato, Lázaro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, a Roland possui uma tecnologia patenteada da década de 80 com simulação de martelos sim, muito parecida com o sistema de um piano de calda...

      Já tive oportunidade de tocar em alguns modelos da Roland, e o que sempre me agradou mais é justamente a precisão do teclado, o retorno e o descanso das teclas e etc... Esta patente é renovada seguidamente, pois eles continuam a aperfeiçoar o aparato mecânico, cujo ápice é utilizado na tecnologia V-Piano, nos dois pianos (calda e compacto) deles com esta tecnologia (que ao meu ver, são os melhores digitais disponíveis no mercado).

      Excluir
  61. Bom, tomei coragem e comprei meu CVP-601
    Nao tive como testar em loja, comprei de uma loja em outro estado.
    E nas lojas aqui da minha cidade nao tem Clavinova...
    Embora seja estudante nivel MEDIO minha principal questao é gastar dinheiro uma vez só.
    Ja tive um cassio 330, odeio o barulho das teclas dele!
    Acho absurdo custar o que custa e nao ter um bom sistema de repouso de tecla....
    Posso adiantar que por tudo que li o 601 é piano pra 10 anos de uso extremo sem ter dor de cabeca.
    Ou seja, so vou me preocupar em trocar ele quando ja estiver em um nivel bem senior como pianista.
    Agora, queria saber uma coisa de voces profissionais.
    Ja testaram o CVP-601? Qual foi a impressao de voces?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou falar da experiência com o meu CLP. Sim, os pianos Yamaha são muito duráveis. O meu esta aguentando a mais de 6 anos sem demonstrar desgastes, enquanto o Cassio que utilizamos para as aulas de música já apresenta problemas em duas teclas devido ao uso mais intenso, mas são problemas simples que podem ser facilmente consertados...

      A únida vantagem de um Casio desta linha é a sua transportabilidade aliada a qualidade do timbre.

      Excluir
  62. Olá! Gostei muito do seu blog, e vi que vc realmente entende do assunto.. Gostaria de tirar uma duvida. Eu estudo teclado já há um bom tempo, mas me considero iniciante (eu sei teoria musical, mas tocar sou bem lenta haha).. Eu não me dediquei muito, e percebi que era devido ao meu antigo instrumento (um psr bem antigão). Então resolvi comprar um de qualidade. Eu não entendo muito bem de qual seria melhor, e tomei como base a marca do meu teclado antigo, Yamaha. Pesquisando, descobri o p95, mas já não conseguia encontra para comprar, pois havia um lançamento que o substituía, o p105. Com muito esforço, consegui comprar o p105 pela internet, por um preço bom, já que não chegou a 3000. Recebi-o e gostei muito a principio, tem bons timbres, as teclas são boas, pesadas, com funções poucas mas suficientes e tals, enfim, fiquei satisfeita. Porém, com poucos dias, detectei um defeito de fábrica, uma das teclas não funcionava. Acionei a loja pra substuti-lo, mas me informaram que não havia mais do mesmo no estoque. As opções que me deram foi comprar outra coisa na loja pelo mesmo preço ou ser ressarcida. Alguém chegou até me falar em pedir de volta o piano e coloca-lo em uma assistência, já que ainda tem a garantia. Eu não sei o que faço, pois eu não encontro o mesmo teclado (as lojas dizem que é pq já existe um lançamento substituto), ainda mais pelo msm preço. Que outro piano eu poderia adquirir na faixa de 3300 (seria o mesmo preço do p105, e que como consegui mais barato, o restante comprei suporte e banqueta), estourando 3500?? Ficaria muito agradecida com sua resposta :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo elogio ao blog. Nesta faixa de preços, com o dolar em alta está difícil achar algo. Eu iria aconcelhar devolver o piano e poegar o dinheiro de volta e juntar até uns 4200 para comprar um CLP da Yamaha ou um Celviano/Privia 850 (modelos mais robustos, com armário/cavalete e banco).

      De uma pesquisada também em um modelo Korg.

      PS: Dei uma olhada agora no site da Multisom (Porto Alegre) e vi alguns modelos como o AP-260 e o PX760 na faixa dos 3600 a 4100. Esta loja não é das mais baratas. Acho que encontras estes instrumentos por preços melhores, ou talvez modelos mais robustos nesta faixa de preço.

      Excluir
  63. Olá Josias! Parabéns mesmo pelo blog! Estou iniciando no piano e adquiri um CDP-220R da Casio. Poderia me falar alguma coisa dele? A principio parece bom pra quem ta começando mas até quando? Estudo piano clássico. Abraço.

    ResponderExcluir
  64. po gente, fale algo aeee....rssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o Clavinova CVP-601 da yamaha? Qual 330 você se refere? O Privia px-330?

      Excluir
    2. isso, cvp-601 da yamaha, e o que tive antes foi esse da casio mesmo, o privia px-330

      Excluir
    3. Na minha opinião você saiu de um ótimo para um excelente. Tem mais níveis de sensibilidade e ja no corpo de madeira com os pedais..Muito bom mesmo. É um desses que vou querer no futuro. Tenho um cpd-220 da casio.

      Excluir
    4. amigo, simplesmente maravilhoso!
      Eu particularmente nao senti fdiferenca dele pra um piano acustico!
      nao me arrependo em nada e valeu cada centavo do investimento....
      pra mim é a ferrari dos pianos digitais!

      Excluir
    5. Bom, a questão principal é sempre sua satisfação. Se você trocou o instrumento e se sentiu satisfeito com a troca esta ótimo.

      Tecnicamente, a linha CVP é muito superior a linha Prívia. Pense que o Prívia é como um GOL e o CVP é como um Versa ou mesmo um Sentra. Ambos te levam a praia, mas o conforto...

      Diferenças no valor do instrumento existem justamente por causa da qualidade dos materiais e o tempo de engenharia gasto para projeta-los.

      PS: Sou engenheiro, e atualmente tenho viajado muito e o trabalho não tem me permitido manter o blog constantemente atualizado. Ao invés de apaga-lo, achei mais interessante mante-lo no ar pois sei que as dicas e artigos publicados aqui podem ser de alguma coisa para estudantes de música. Conforme tenho tempo, respondo as dúvidas! =)

      Excluir
  65. Olá gostaria de uma ajuda sou iniciantee queria comprar um piani digital cassio privia px150 ou cassio cdp130 liguei para lojas e vendedor me disse que esses modelos não tem saída para caixa amplificadora de som ,poderia me informar algum modelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maioria dos Casio mais baratos não possuem saída de linha mesmo. Não sei o motivo desta escolha de projeto, pois derivar uma saída de linha (1Vpp) é ago extremamente simples e barato (apenas uns 3 ou 4 componentes a mais na placa)...

      A forma é você entrar nos sites das amarcas e buscar nos catálogos os instrumentos que possuem saída de linha (line-out). O uso da saída de fone para amplificação também é possível, mas neste caso irá cortar o amplificador interno do instrumento o que causa incômodo para quem esta tocando. Nos casos dos PX130, tem duas saídas de fone, e isto poderia ser remediado colocando um fone para o pianista e a outra saída ser utilizada para amplificação.

      Excluir
  66. danilo, vai de cassio ou yamaha P105 pra entrada...vc nao vai se arrepender, yamaha e muito melhor e o custo bem proximo dos privias.
    e tanto o privia 330 quanto o p-105 tem varias in outs....

    ResponderExcluir
  67. Ola boa noite, sou musico toco orgão e agora quero muito compra um piano, tenho um certo gosto pelos Casio Px, Você pode me ajudar quanto sua opinião sobre o PX A800, é bem completo 256 polifonias e muitas outras coisas, que acha da compra hoje ta a 3.399,00?

    ResponderExcluir
  68. Olá amigo toca ja faz um bom tempo, quero um piano legal de ate 2500 mais q tenha alguns ritmos para q possa usar como teclado, vc poderia me ajudar?

    ResponderExcluir
  69. Olá! Muito bom esse blog. Já toco teclado há bastante tempo e finalmente vou começar a realizar meu sonho de estudar piano clássico. Estou na dúvida entre dois modelos de teclado: Privia PX 360 e Yamaha P155. Pra mim só importa o piano. O que me recomenda?

    ResponderExcluir
  70. olá. Meu nome é Eliezer e eu estou querendo comprar um piano digital
    que converta a frequência de 440 hertz para 432hertz.
    Você conhece algum e que seja bom ?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu acho que ate no P-105 vc consegue dar esse "ajuste" que nao chega a ser transposição.
      O meu faz, mas é uma clavinova.
      Veja no site da yamaha os manuais de outros modelos mais em conta de pianos se permitem isso.
      O P-155 faz.

      Excluir
  71. Olá. O que acha do P-155, da Yamaha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu acho ele muito bom! Testei um esses dias.
      Inclusive quero comprar um desses mais portateis no futuro.

      Excluir
  72. Pessoal, esperimentei ele e gostei!
    segue link:
    https://www.youtube.com/watch?v=oKcXfX5cmJE

    Ta menos de 3 conto la na teclacenter!
    Achei o melhor custo beneficio até o momento, levando-se em conta que o bom e mais baratinho da yamaha o P-115, ta saindo por 4 e meio!

    ResponderExcluir
  73. Ola boa noite.Depois de tanta procura comprei meu Casio Celviano Ap 460, e estou muito feliz pela compra, gostei muito do som e de seus recursos como os HALLs, o pedal de abafador é bem notório quando usado, e as caixas de som são bem potentes, sempre toco com som medio, a pegada das teclas são 10 assim como suas respostas, ja toquei em um YDP-142 e posso afirma que o Celviano Ap-460 é bem superior tanto em acabamento e qualidade de som e tudo.
    a Banqueta que acompanha é de ferro nada de material barato.
    Ou seja super recomendo.

    Ah peguei ele em promoção por 4.100,00 com frete incluso.

    ResponderExcluir
  74. Desajeitado nada, você tá muito bom, nem metade dos que conheço tocam como você, que ainda vai longe.

    ResponderExcluir
  75. Você é Sensacional. Eu ainda não toco nem metade do que você toca, mas, graças de Deus, depois de muitos anos consegui achar por acaso um professor no Google nesse endereço: https://sites.google.com/site/tecladopianoorgao/
    Esse cara me ensinou de verdade, tinha dificuldades em tudo, ele explica que tocar piano, usa-se o cerebelo e não o cérebro, cada aula com ele é muita informação e sem enrolação como os que tive em conservatório, ele ensina fazer o Hanon de um jeito que nunca pensei em fazer e diz que o Hanon não deve ser levado a sério. Agora que minhas mãos estão realmente funcionando, quem sabe faço um site igual ao seu um dia. Atenciosamente Wladimir Alcantara Schimmilevitch

    ResponderExcluir
  76. Esqueceu de falar dos pianos acústicos de cauda e armário chineses da marca Suzuki, cujo pedal de sustain é duro e só tem duas funções, ligado e desligado On-OFF, pisou e você nem sente que pisou. Com isso você nunca vai conseguir o efeito que pianistas internacionais de peso ensinam em suas aulas, que o pedal deve conseguir o 'MEZZO PEDAL' o meio pedal, sem isso todo o repertório romântico vai para o brejo.

    Em relação aos piano digitais existente: Roland, Yamaha, Kawai, Cássio e Kurzweil. CUIDADOOOO

    Apenas um deles tem o 'MEZZO PEDAL' que é o CÁSSIO, você pisa pouco e ele responde pouco, não é ON-OFF, os últimos pianos Cássio estão excelentes.

    A ROLAND que quase faliu no Brasil, por causa de corrupção e tramóias ilegais e até roubo causados dentro da empresa por dois sujeitos muito esquisitos, um tal de Paquito que tem cara de mexicano e se diz músico e um tal de Amador, e ainda atravessa um problema financeiro gigantesco no mundo todo e pode falir até 2018, enfim, a Roland diz que seus pianos digitais tem MEZZO PEDAL, mas, é pura mentira, não tem mesmo, basta sentar nele que você nem sente o pedal, é apenas on-off.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, vamos lá.
      Nunca tive oportunidade de testar um destes pianos da Suzuki, mas tive oportunidade de testar um piano topo de linha da Roland, vários pianos Cassio e Yamaha, e o que posso dizer é que muitos dos modelos que testei tinham "meio pedal".

      O Roland que testei, não lembro qual modelo era, mas custava 11.000 reais na época (dólar abaixo de 2 reais). Apesar de o pedal ser "raso", ele tinha o efeito de meio de pedal, difícil de se achar o ponto, mas tinha.
      Os Yamaha, não são todos. Nenhum dos modelos portáteis possuem essa função. O CLP230 que eu possuo, que já bem ultrapassado, possui a função inclusive sendo configurável em seu menu de configurações. Eu utilizo "meio pedal" para algumas obras em alguns trechos bem específicos.

      Dos cássio, todos os que testei (Celviano e Privia) possuíam a função, desde que, equipados com o cavalete da própria Cássio, munido de seus pedais.

      A Roland ter problemas em sua unidade Brasileira não significa que deixara de existir, o máximo que vai acontecer, é dificultar um pouco a importação e encarecer o produto.

      Excluir
  77. Bom dia Josias
    O que você acha do Casio cdp 130 bk?
    Boa opção para iniciante e médio?
    Bom custo-benefício?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  78. Oi, meu nome é Karla e estou a procura de um piano eletrônico portátil que tenha um belo som de piano e uma boa pegada das teclas. Qual vc me indicaria na faixa de preço de R$4.000?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  79. Oi, Josias, tudo bem?
    Sou de Porto Alegre e quero retomar meus estudos de piano clássico... Parabéns pelas informações do seu blog, que estão me orientando muito!
    Meu primeiro piano também foi um Cirei (que ainda tenho!) e agora estou em dúvida entre comprar um novo acústico ou digital. Esta semana toquei em um Casio Grand Hybrid GP300, gostei muito do som e do teclado! Tu o conheces?
    Desde já, muito obrigada!
    E obrigada pelas informações que já obtive pelo seu excelente blog!
    Elisiane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elisiane, infelizmente não conheço esse modelo.
      Mas estou vendo uns videos aqui, e estou ficando impressionado.
      Eu compraria um. Sempre gostei dos timbres e da resposta dinâmica dos Casio, mas sempre achei a rigidez do teclado fraca, mas me parece que este modelo é bem mais resistente, por trazer um aparato mecânico completo e ser todo em madeira.
      Algo que me deixou muito interessado é a simulação de resposta do martelo, algo assim é excelente para estudo.
      Realmente fiquei impressionado com esse produto, o que demonstra a evolução da Casio na área de pianos digitais nesta última década.

      Excluir
    2. Por favor peço sua ajuda, estou em duvida para a compra:
      Casio CDP-130BK;
      Yamaha Piaggero NP-32B;
      Yamaha Piaggero NP-12B.

      ou um pouco + caro: YAMAHA P45B ou P115B

      Excluir
  80. Olá Josias,

    estou querendo comprar um modelo da série YDP Arius da Yamaha.
    Estou entre comprar o YDP-103R (64 de polifonia e AWM Stereo Sampling) e o YDP-143R (192 de polifonia e Pure CF Sound Engine). O 103 está custando 5 mil e o 143 está custando 6 mil.
    Sou um pianista médio querendo evoluir para o avançado futuramente, mas é apenas um hobby e é para tocar em casa mesmo.
    O que você faria?

    Abs.




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente o YDP143R, a diferença de 1000 reais vale a pena.

      Excluir
  81. Olá, Josias. Parabéns pelo blog que é muito interessante e educativo.Vc sabe me dizer algo sobre o Celviano 460AP? estava interessada num acústico Suzuki mas pesquisando acho que o Celviano acaba sendo melhor que uma Suzuki. qual a sua opinião? Grata desde já;

    ResponderExcluir
  82. Por favor peço sua ajuda, estou em duvida para a compra:
    Casio CDP-130BK;
    Yamaha Piaggero NP-32B;
    Yamaha Piaggero NP-12B.

    ou um pouco + caro: YAMAHA P45B ou P115B

    ResponderExcluir
  83. Olá Josias. Existe algum módulo que eu possa usar no casio cdp120? Pois tem poucos timbres.

    ResponderExcluir
  84. Bom tarde Josias. primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelo Blog (completo e com excelente didática). Estou iniciando no mundo das teclas (saindo do mundo das cordas - violão) rsrsrsrs e estou no dilema de qual piano digital comprar... Após muitas pesquisa em sites nacionais e internacionais empaquei entre três modelos na hora da decisão de comprar um piano (custo benefício); Casio Celviano AP-460 / Casio Celviano AP-700 ou o Yamaha CLP 525. Meu objetivo é tocar Jazz e Blues. Qualquer ajuda neste momento será de GRANDEEEE relevância... Mais uma vez parabéns pelo Blog e obrigado!

    ResponderExcluir
  85. OLá Josias! Muito legal seu blog. Acabei de descobri-lo e ja li todo ele. queriar tirar uma dúvida contigo. Comprei o piano P-115 yamaha e ele é excelente em vários aspectos. MAs porque às vezes tenho impressão que o som sai um pouco abafado? será q é porque realmente os digitais não alcançam a perfeição do som do acústico? ou será q a caixa de som amplificaria o som e ele ficaria mais "limpo". O que vc sabe sobre o P-115? ele é um bom piano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São poucos os digitais que conseguem um som perfeito, que de a sensação de tocar em um acústico. O som do piano digital é obtido através de amostras de pianos acústicos, mas estas amostras são parametrizadas e possuem limites do que oferecem em termos de gama de sons.

      Ainda, tem o problema o amplificador. Entenda que ao pressionar uma tecla em um piano acústico, você sempre poderá extraír o Fortíssimo mais forte e mais brilhante (até que arrebente a tecla/corda/martelo). Isso acontece pois ao "martelar" a corda e fazer a mesma vibrar em diferentes intencidades, diferentes frequências armônicas aparecem. Essa intensidade vai se resumir em "volume", mas não apenas volume dinâmico linear, mas em todo o espectro harmônico daquela nota. Então te da a sensação de um som mais cheio, brilhante e vibrante. Para um piano digital consegiuir isso, além de trabalhar com equações complexas para extrapolar o que a amostra lhe fornece, ele precisa ter um amplificador com todas as frequências lineares, e com grande capacidade de amplificação. Além de um hardware digital com uma grande folga em termos de precisão das amostras.

      Assim que pianos topo de linha, como os V-Piano, conseguem ter sons tão realistas e cristalinos, pois seu hardware é MUITO robusto, muito além do que você necessita no dia-a-dia. É basicamente o mesmo que você ter um carro com 900 cavalos, mas no dia-a-dia só vai na padaria. Quando você for viajar, vai notar que ele tem "motor de sobra" pelo simples fato do que ele vai te oferecer naquela condição... Já os pianos de médio e baixo custo, apresentam o contrário, o equivalente a você andar com um carro 1.0. No dia-a-dia, está OK, mas em algum momento você sente que falta algo.

      Excluir
  86. JOsias, quanto tempo você leva para tocar uma partitura (como essas do Noturno Chopin) sem cometer nenhum erro? é normal levar tanto tempo para tocá-la de forma perfeita (ou quase perfeita)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende da complexidade da música, engajamento, forma de estudo adotada, e principalmente, ritmo de estudo.

      Se você mantém um ritmo de estudo, diário, e está nele a mais de um ano, sua curva de aprendizado vai diminuir. Você com o tempo também tende a desenvolver um método próprio e mais eficaz de aprender as músicas.

      No tempo que eu estudava diariamente, uma obra como o Noturno em C#m era estudada (para uma apresentação), em poucas semanas. Hoje, como estou afastado devido a questões profissionais, certamente levaria mais tempo.

      Profissionais, que vivem disso e estudam 8h por dia, levam alguns dias. =)

      Excluir
  87. Muito obrigada pelas informações. Exatamente isso que eu notei: que o piano q comprei (p115 yamaha) não tem um som tão vibrante quanto o do piano acústico. Estava até cogitando a hipótese de ter vindo com um defeito de fábrica...hehe, MAs pelo visto é isso que você falou mesmo. O negócio é eu aproveitar ele nos primeiros anos para posteriormente trocar por um superior. Sou pianista por hobby então nem teria como já comprar um topo de linha, antes de experimentar os mais simples. :/
    Será que tem algum recurso nesses pianos yamaha linha P que deixem o som mais "vibrante". Já futriquei em todo o manual e o único q encontrei foi o soundboost, mas ele não melhora muito. O fone de ouvido que tem me ajudado a ouvir um som mais "limpo". OUtra coisa q achei estranho no início foi ouvir o som da batida dos dedos nas teclas. ISso me incomodava um pouco mas agora acostumei. COmo o yamaha tem teclas pesadas, parece q tenho q fazer mais força para sentir o som. em razão disso tb ouço o som da batida dos dedos . bom, mas muito obrigada pelos esclarecimentos. Pelo menos fico mais tranquila em saber q está tudo "normal"no meu piano. O que tenho é que treinar e treinar. :))

    ResponderExcluir
  88. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  89. Oi :)
    Eu queria começar a tocar piano, praticamente não sei nada, mas posso investir em um até cinco mil reais. Porém, andei pesquisando e encontrei um da marca Waldman, porém não consegui encontrar muitas informações sobre, você conhece?
    Se fosse comprar um da Yamaha ou Roland, qual sugeriria? E, só mais uma pergunta haha, faz diferença o piano digital que possui a base e os pedais do piano que não tenha base e necessite - por exemplo - de um suporte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pianos Yamaha você só pai conseguir os modelos mais básicos nessa faixa. Aconselho Privia 860BK (na faixa dos 3600 reais na Teclacenter) que já possui tudo o que precisa para estudar por um bom tempo.

      Quanto aos pedais, faz diferença sim. Normalmente os pedais que já vem no cavalete dos pianos, possuem sensibilidade, isso é, suporte a meio pedal... Isto faz toda a diferença na hora de estudar. Então aconselho a comprar os modelos com cavalete (como os Yamaha Clavinova, Casio Privia 8XX, Celviano AP e etc)...

      Excluir
    2. eu to vendendo meu dgx 660B. Excelente, apenas 06 meses de uso e ainda esta na garantia da Yamaha. quero 5500 nele

      Excluir
  90. Adorei o seu blog e gostaria, se possível, de uma dica. Estou querendo comprar um piano para a minha filha e estou na dúvida entre os pianos: Yamaha ydp 143 R (R$ 5869,70), roland F-140 (R$ 5420,00), roland HP5404 (R$ 6327,20) ou roland rp501 (R$ 6414,20). Nunca coloquei os dedos em um piano e não gostaria de gastar mais de 5000,00. Você poderia me indicar um dos pianos acima ou outro que julgar melhor. Agradeço, antecipadamente. Maria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, o ideal é você realmente testar. Eu tenho tido "problemas" os pianos Yamaha. Mesmo os YDP, me parecem que falta algo. Fala harmônicos nos fortíssimos. O fortíssimo deles é "sem sal", as vezes parece que é apenas o "forte com volume levantado"... Faz bastante tempo que não testo um Roland, mas se ainda continua como eram os modelos mais antigos, acredito que seriam uma melhor pedida.

      Mas o ideal sempre, é claro, testar o instrumento e ver qual lhe agrada mais.

      Excluir
  91. Ótimo artigo e atenção em relação aos comentários....
    Eu estou "iniciando" sou pre-intermediário no teclado e quero passar para o piano, no maximo que posso investir são 3.000 reais ou ate menos, até então tenho focado em comprar um piano usado mesmo, vi pelas pesquisas que nesta faixa de preço os melhores são o P-95, P-115, P-105 yamaha, Casio Privia PX-350, PX-330, estou em duvida entre estes, quais desse me indicaria para treinar em casa, e se tiver alguns melhores em sua opinião quais seriam estes modelos alternativos para mim nesta faixa de preço? Desde já obrigado mesmo.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PX350 Sem sombra de dúvidas, é muito superior a linha P da Yamaha, basta tocar em um para sentir a diferença!

      Excluir
    2. Olha, obrigado pela rápida resposta, eu estou indo nas lojas semana que vem testar e gostaria de saber, você me indicaria outros Pianos com valor de 2.000 até 3.500 que você acha que vale experimentar, sendo iguais ou melhores que o Privia PX 350 na sua opinião para que eu inclua-os na minha lista de comparação?

      Excluir
  92. Josias, estou pesquisando para comprar um piano. Já treino há algum tempo e gostaria de um piano digital que tivesse um som próximo de um piano acústico mas que não passasse da faixa de 4 mil reais. Procurando na internet encontrei um nesse valor, usado e o modelo é clp330 da yamaha. Gostaria de saber se acha que vale a pena o custo X benefício, considerando que já saiu de linha. Obrigada.

    ResponderExcluir
  93. Olá, sou estudante de piano erudito e tenho 4 anos de estudo, gostaria de saber, entre os mais baratos, quais pianos digitais seriam melhores? Não disponho de um piano e estudo na casa da minha professora, estava pensando em comprar um casio cdp 120, mas tenho dúvidas se ele conseguirá me acompanhar nos estudos daqui para frente...

    ResponderExcluir
  94. Olá sou novo por aqui me chamo Rafael, já toco há uns 10 anos
    Sou nível intermediário e estou querendo me apresentar com piano digita
    O que acha do CASIO CDP-130

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 10 anos de estudo? Qual o repertório que executas? Se já estas executando Chopin (estudos) e etc, sugiro algo mais robusto. Estes pianos de entrada da Casio apresentam um bom som, e excelente dinâmica, mas a mecânica deles é mais frágil. Se você viu os demais posts aqui do blog, deves ter visto que adquiri um PX130 para aulas de piano. O que posso dizer é que o piano já está com defeitos nas teclas (já foi arrumado) devido a desgaste. Possuo em casa um CLP230 (Yamaha Clavinova) a mais de 10 anos, e mesmo executando repertório avançado nele e abusando bastante de fortíssimos, sua mecânica segue firme e forte.

      Aconselho um instrumento mais robusto (mecanicamente falando).

      Excluir
  95. Olá Josias, parabéns pelo seu blog,vi vários comentários sobre o piano digital Yamaha, quero comprar um para minga filha de 8 anos que começou a fazer aulas de piano.
    Vc pode me dar uma opinião sobre um piano digital que não vi nos comentários, recebi pelo e-mail com preço muito bom de 1500,00.

    Nome: PIANO DIGITAL PROFISSIONAL CLG-88 CLASSY GRAND WALDMAN, 88 teclas sensitivas, 163 sons, 100 estilos, função MID.

    Ficarei muito agradecida se vc puder me ajudar ou saber quem possa.

    Grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desconheço completamente esta marca, provavelmente é de fabricação chinesa, portanto, pode ser arriscado, não só pela questão de durabilidade como também manutenção.

      Dos mais baratos, sugiro os Cassio como PX-130 (na faixa dos 2500 reais atualmente). Ainda poderia indicar um modelo novo Essenfelder (sim, a fábrica reabriu). Eles estão com dois modelos de digitais, sendo que um deles aparante apresentar um bom custo x benefício.

      A Essenfelder é uma marca tradicional de pianos acústicos, não sei se ainda mantém a mesma qualidade e se esta qualidade (principalmente mecânica) foi passada aos pianos digitais. A vantagem é ser uma fabrica Brasileira, então tem onde recorrer. A sugestão seria o modelo E100 (verifique na loja virtual).

      http://www.essenfelder.com

      OBS: Estou tentando achar alguma loja que possua este piano para testa-lo, ainda não encontrei aqui em minha região. O ideal, seria testar o instrumento antes de comprar. Não tenho como atestar qualidade deste piano (Essenfelder), mas acredito ser "menos duvidoso" que outras fabricas chinesas.

      Excluir
    2. Muito obrigada Josias, acho que vou optar pelo Yamaha p45. . Achei por até 2.300,00 e nos comentários do seu blog, ele foi bem recomendado.

      Excluir
  96. Olá Josias.

    Parabéns pelo blog. Difícil ver uma página em que podemos conversar a respeito de piano.
    Também acho muito bacana a atenção que você dá para as pessoas...são muitas dúvidas e você responde todas, parabéns!

    Tenho um casio privia px 150, comprei há dois anos, já tinha outros mais avançados, mas como estava há muito tempo sem tocar, optei por ele pelo custo benefício.

    Aí ficou um tempão parado, agora em 2018 que comecei a tocar com frequência. Não sou músico, toco por prazer.

    Ele está com defeito em algumas teclas...o som está reverberando, tipo quando uma pessoa começa a falar num microfone e começa a crescer aquele som abafado que ensurdece...guardada as devidas proporções.

    A assistência técnica disse que não tem conserto. Estou decepcionado com a marca. E acho que vai piorar com o tempo.

    Enfim, quero comprar outro piano, e acho que agora vou escolher um mais avançado.

    Estou olhando a linha aires e clavinova da yamaha, mas o roland também está me atraindo pela tradição da marca.

    Pretendo gastar até uns 5 mil. Dessa vez tenho que acertar.

    E aí, tem como me ajudar? Abs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe responder somente agora, espero que ainda consiga te ajudar. Temos dois pianos destes onde dou aula de piano e tivemos problemas com as teclas. O que acontece é que do "nada" a tecla "estoura", ou seja, mesmo vc tocando um "pianissimo" ela sai um "FFF" (ensurdecedor), me parece algo semelhante ao seu problema. Este defeito TEM CONSERTO. O problema reside nas borrachas de contato capacitivas presente entre a tecla e a placa do piano, substituindo as mesmas, o problema é sanado.

      O problema é que NEM MESMO A AUTORIZADA da CASIO tem as benditas no Brasil, o instrumento é importado... Consegui uma empresa aqui em minha cidade (muito antiga) que trabalha APENAS com instrumentos de teclas e inclusive confecciona orgãos Digitais e de Tubos de marca própria. Eles encontraram um conjunto de borrachas que serviram perfeitamente e resolveu o problema.

      PS: Este mesmo defeito ocorreu com meu Yamaha CLP230 recentemente, ainda não mandei arrumar.. Isso é desgaste natural do instrumento.
      PS2: Já vi Yamaha NOVO na loja apresentando este defeito, o que me faz pensar que o material utilizado hoje é de baixa qualidade em todas as marcas.

      Excluir
  97. Salve Josias, tudo bem?
    Sou professor de canto, e quero um piano apenas para acompanhar meu alunos, com um bom timbre de piano, e teclas com peso e sensitivas. O que você me recomendaria? Não sou pianista, por isso não precisa ser o melhor instrumento. Quero apenas o que há de básico, similar a um piano. Vi essa marca, PIANO DIGITAL PROFISSIONAL CLG-88 CLASSY GRAND WALDMAN, 88 teclas sensitivas, 163 sons, 100 estilos, função MID, e me interessei por conta do preço. O que você me diz?
    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  98. Olá, eu estou em dúvidas sobre piano digital Yamaha P-125, Roland FP30 ou Casio PX-770. Me ajudem por favor! Eu adorei o blog tirou bastante dúvidas.

    ResponderExcluir
  99. Quero a opinião de vocês para o Piano Digital Roland RP301R. Estou para comprar um usado. E estou na dúvida.

    ResponderExcluir